Paz sem voz, não é paz, é medo

[youtube=http://br.youtube.com/watch?v=-nSS3XCk2ZU]

Quando voltei do Japão, há 8 anos, muita coisa me chocou no Brasil. A primeira foram as crianças em situação de risco, coisa que me doía antes de sair do Brasil e na volta, já mãe, me dói muito mais. As outras foram fruto da violência urbana, do jeitinho que nos arrasta para o submundo global e as diferenças sociais. No Japão há muita riqueza e diferença social, mas pouca pobreza e miséria.

Foi neste clima pessoal que meu irmão, com quem cresci vendo clipes (ainda crianças vendo videoclipes aos sábados na Globo e já adolescentes brincando de quiz ao ouvir músicas na MTV) que me mostrou este clipe do Rappa. É tão triste que, apesar de gostar muito da música, não consigo encarar o vídeo e até entendo que muitos prefiram a versão da Maria Rita (abaixo) . Estou visitando os participantes da blogagem coletiva pela paz e vi que muitos citaram esta música como um hino. Bonito e verdadeiro, como o verso:

“Paz sem voz, não é paz, é medo”

Visitei quase todos os participantes da blogagem coletiva, mas se tivesse apenas ido a um ele teria me valido pela vida inteira. Chorei com sinceridade e do mesmo modo agradeci a Deus pela pessoa que escreveu existir, se expor e nos oferecer a paz que transparece de suas palavras. Esta pessoa é Vera, do blog Verinha, mãe feliz e coruja. Ela foi vítima de violência, das piores, e além de nos oferecer uma mensagem maravilhosa de esperança e recuperação, ensina o perdão. Deus a abençoe imensamente.

[youtube=http://br.youtube.com/watch?v=C2_cFNwBY7M]

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.