Paulistanices

bolo-do-bixiga2.jpg

Considero-me um pouco paulistana já, o que é estranho, pois demorei anos para me sentir curitibana.

(não sou de lá, nasci em Ponta Grossa e passei a infância morando em várias cidades do interior do Paraná, indo para a capital só aos 13 anos.)

Mas aqui, repetindo o que aconteceu com tantos povos nestes 454 anos, consigo me sentir em casa. Hebe Camargo dizia numa entrevista na Vejinha (Hebe e Vejinha são tão paulistanas!) que até se emociona quando volta de viagem e vê esta confusão de prédios daqui… eu já sinto isto, tudo, mesmo a feiura caótica daqui me faz sentir que chego em casa.

Mas algumas coisas feias daqui são incompreensíves para mim. Li a notícia da confusão do tradicional bolo do Bixiga e as imagens daquela gente atacando um bolo que fica exposto na rua (ugh!) seriam parte do meu inferno pessoal. Vi um filme em que cada um mostrava sua visão do inferno (para um dos caras era música country, por exemplo) e uma das minhas imagens seria esta turba enfurecida atacando um bolo e destruindo-o em segundos!

No entanto, é tudo São Paulo e continuamos aqui, amando esta cidade. Gostei muito das definições e comentários de W. Olivetto sobre a cidade e indico a leitura do texto integral na Vejinha.

“São Paulo é sempre surpreendente. Um grupo de meia dúzia de paulistanos significa um italiano, um japonês, um baiano, um chinês, um curitibano e um alemão.”
Washinton Olivetto, publicitário, em texto sobre o aniversário de São Paulo (São Paulo, gente boa – Somos um somatório de qualidades e defeitos, alegrias e tristezas, festejos e tragédias)
Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook