Passeata dos cem mil

 

Num dia em que me parece, prestam algumas homenagens à Ruth Cardoso sem piadinhas de primeira-tia, concentrando-se na antropóloga que ela foi, vi na TV uma matéria sobre a Passeata dos Cem Mil contra ditadura. O evento foi a maior manifestação pública da do Brasil e completa 40 anos hoje, mostrando a força com que a sociedade reagiu à morte do estudante secundarista Edson Luís de Lima Souto, em 28 de março de 1968, baleado no coração por um agente policial quando da invasão do restaurante Calabouço. Será que hoje faríamos o mesmo?  

Tudo aconteceu na Cinelândia, centro do Rio de Janeiro, e o momento histórico da política brasileira foi eternizado pelo fotógrafo Evandro Teixeira. O que estariam fazendo aquelas pessoas hoje? Com esta pergunta e a ajuda de suas duas filhas, Teixeira encontrou dezenas de manifestantes e suas histórias como cidadãos do Brasil estão no livro 1968 destinos 2008: Passeata dos Cem Mil. Confesso que ao ver hoje na TV a entrevista com quatro destes nobres cidadãos, seus comentários sobre a manifestação, sua época e a noção de que hoje manifestações políticas não fazem muito sentido, mas que os jovens protestam reagindo ao preconceito, ao desmatamento e a outras bandeiras igualmente importantes, achei que os cem mil deviam ser pessoas muito interessantes. 🙂

P.S. No Ipsis Literis tem um post sobre Teixeira que vale a pena ler: Entre outras passagens da carreira de Teixeira, ele fala da passeata e deixou esta foto que eu copio abaixo, onde aparece de pé, Clarice Lispector, dentre outras celebridades.

Evandro+passeata

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook