Parar para cuidar dos filhos e depois voltar ao mercado, é possível?

A entrevista acima é da escritora Emma Gilbey Keller, autora de “The comeback: seven stories of women who went from career to family and back again” (que eu traduzi como O retorno: sete histórias de mulheres que abandonaram a carreira pela família e voltaram). Li um artigo dela na revista Seleções deste mês e me identifiquei com sua visão sobre o retorno das mulheres ao mercado de trabalho depois de pararem por alguns anos para ficar exclusivamente com os filhos.

Claro que me identifiquei. Eu fiz isso, fiquei com os meninos em tempo integral por três anos não-consecutivos e part-time por outros três anos, no que foram seis anos de dedicação à família. Minha mãe tinha feito o mesmo na minha infância, quando meu pai foi transferido para uma pequena cidade e ela se viu com 3 filhos pequenos e sem pique para abrir um novo escritório de advocacia. História semelhante a de Elaine Stone, uma advogada texana que é personagem do livro de Molly.

the comeback seven stories of women who went from career to family and back again de Emma Gilbey Keller

Estou curiosa com o livro (ainda sem tradução para o português) depois do artigo e de um review que li no USA Today,  e que além de Elaine, conta a história de outras seis mulheres que por motivos diversos deixaram carreiras para trás, dedicaram-se aos filhos por alguns anos e depois conseguiram voltar (e com muito sucesso) ao mercado de trabalho. Ao juntar estas histórias, a autora reuniu uma série de conselhos para quem está vivendo isso e eu postei-os no Mãe com filhos hoje. E pensei muito em pessoas queridas como a minha irmã Tiffany, que está vivendo seu segundo ano de dedicação exclusiva ao meu sobrinho C.J. e a cada e-mail para família nos mostra que tem valido muito a pena!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook