Paraíso voltou

 

Esta música me fez voltar para um tempo delicioso: a sensação de final de tarde, cansaço de brincar o dia inteiro na rua de casa ou no clube de campo, cheiro de jantar sendo preparado na cozinha e a família reunida no sofá para ver novela junto. Já comentei aqui em outros remakes de novelas das seis que elas eram as minhas favoritas na infância porque as tramas eram mais simples e minhas avós gostavam de ver, ambas se identificavam melhor com as histórias mais leves e gostavam do horário. Mas esta novela tinha outro componente: trazia a vida rural da cidade pequena e do povo simples para a telinha, aproximando minha realidade de infância do que eu via na TV.

Dos 5 aos 10 anos morei numa cidade que tinha menos de vinte mil habitantes e na qual meu pai, então gerente do banco do estado, tinha um relacionamento muito próximo com proprietários rurais (sendo que ele mesmo nasceu e cresceu num sítio de sua família), com o clero (que organizada uma festa religiosa famosa na região, a do Bom Jesus da Cana Verde) e, afinal, fazia parte do seleto grupo de “autoridades” locais. Só quem morou em cidade bem pequena entende de fato o que digo… 


Agora, morando na maior cidade do Brasil, será interessante rever a história de Santinha (lembro-me nitidamente de Cristina Mullins no papel de Maria Rita e de Heloísa Mafalda como sua mãe-megera) e do final da novela, em que todos esperavam confirmar se o Coronel Eleutério tinha ou não a garrafa com um diabo preso no seu interior. huahuahua Coisas de um Brasil que não volta mais. 

A inocência pode não voltar, mas a novela Paraíso volta à Globo no dia 16/03, e alguns blogueiros são convidados da festa de lançamento que acontece no próximo domingo aqui em São Paulo. Mas, como não há lugar para todos, os blogs da rede MdeMulher vão participar de um desafio para selecionar quem  comparecerá à festa. Os interessados devem apontar – num texto em seu blog, no twitter ou rede social como Facebook – sete diferenças entre a versão de 1982 da novela e a que estréia dia 09 de março. Para isso os “concorrentes” receberam a sinopse da novela (mas as novidades podem ser conhecidas no Diário de Produção da novela). Na quinta-feira, dia 05, a Globo irá anunciar os selecionados que poderão levar um acompanhante para a festa. Se você é leitor do meu blog e gostaria de ir, que tal me convencer de que merece ir deixando aqui (ou no seu blog) seus comentários sobre a novela? 

P.S. Curiosidade: na época Benedito Ruy Barbosa não era o autor do horário nobre (papel que ainda era vinculado à imagem de Janete Clair), mas começara sua série de novelas rurais que teve Cabocla (1979 e 2005), Sinhá Moça (1986 e 2006), Pantanal (1990, na Manchete), Renascer (1993), O Rei do Gado (1997) e Terra Nostra (1999/2000). Nesta nova versão suas filhas assinam o roteiro. Como adoro trilhas sonoras, não posso deixar de registrar aqui que as novelas que citei tinham excelentes trilhas… será que a fórmula se repete no remake? I hope so!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook