Para que serve um Atari? “Prá fazer churrasco, ora”

Em um mundo onde muitas crianças aprendem a digitar antes mesmo de aprender a escrever, o que elas achariam de objetos que foram grandes novidades ontem, mas já viraram peças de museu hoje?

Eu já vivi isso com os meus filhotes num passeio que fizemos, em 2005, à feira de Embu das Artes. Ao ver telefones de discar os meninos, então com 2 e 4 anos, fizeram muitas considerações sobre a utilidade do objeto. Eu e Gui rimos muito e desde então temos mostrado umas “coisas de museu” para eles às vezes. E vejam como a coisa é rápida: Enzo, que nasceu em 2000, teve aquele gravadorzinho colorido para fitas, chegou a ter videoteca (seus primeiros filmes favoritos eram em VHS) e as fotos de seu nascimento e primeiro ano foram feitas com filme de rolo! Já Giorgio, de 2002, via direto DVD e só teve fotos digitais!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook