educação

“O Todos Pela Educação é um movimento da sociedade civil, apartidário, que reúne lideranças sociais, educadores, gestores públicos e representantes da iniciativa privada, com o objetivo de ajudar o Brasil a garantir Educação pública de qualidade para todas as crianças e jovens.”

Engraçado como as pessoas dão “aval” para muitas coisas sem pensar direito – frases que são creditadas a escritores são um bom exemplo – e quando você as chama para apoiar uma causa como o Voto na Educação elas reagem com medo. Eu ainda me pergunto, medo do quê? O que pode ser pior do que votar sem saber quais as diretrizes dos candidados para uma das premissas de um país livre e civilizado, onde todos sabem cobrar e exercer seus direitos – o que, em primeira e última instância, é o significado da Educação?

Ontem eu convidei duas mulheres cuja ação nas mídias sociais eu considero muito ativa – e que teriam afinidade com o conteúdo (tanto de Educação, quanto de Terceiro Setor) que eu apoio “pro bono” como voluntária do Todos Pela Educação – a conhecer e divulgar o movimento #euvotonaeducacao

Participe e mostre que a educação tem que ser pauta prioritária nas eleições http://www.euvotonaeducacao.org.br

Expliquei assim, numa frase curta com link onde era possível conhecer e saber mais. E, como pensamos ser o natural nos “heavy users” de mídia social, eu confiei na máxima de que “para bom entendedor, um link basta”. Mas errei. Primeiro uma das pessoas me perguntou se era um movimento ligado a algum partido político. Outra dúvida: “Implica o apoio de um candidato específico?” A resposta é um (dois?) sonoro não! Mandei um esclarecimento:

A campanha#euvotonaeducacao é apartidária e do @TodosEducacaohttp://www.youtube.com/Todospelaeducacao

Em seguida, recebo outro feedback que me deixou ainda mais frustrada como agitadora voluntária do movimento nas mídias sociais. A pessoa me escreveu:

Não entendi. Quando se vota na educação, se vota em quê exatamente? Tem uma lista de candidatos? O que representa na prática?

Meu chão se abriu… porque se uma mãe que eu considero engajada em boas causas e que é uma pessoa esclarecida me pergunta isso, como estão pensando os outros eleitores? Ela se justificou dizendo que precisava entender para saber, mas para mim soou como um pouco de falta de interesse em olhar (no link tinha todas as redes sociais onde buscar informações, sem falar que tenho postado repetidamente sobre o tema aqui e no Mãe com filhos). Não é que fiquei chateada, mas sacar que uma temática assim não é do interesse entristece. Cair na real de que me enganei e educação pública de qualidade não é do interesse de blogs maternos que eu leio desanima por um lado, mas dá forças em outro: não vou desistir, mas prefiro concentrar meus esforços como voluntária do todos para educação nas mídias sociais em quem tem esta afinidade comigo. Porque eu tenho pouco tempo livre para este voluntariado e não dá mesmo para eu ficar justificando “porque eu participo” – e fazer proselitismo, de fato, não é comigo. Sou super pelo livre arbítrio e caso não seja do interesse a temática (educação para todos) eu prefiro não tocar mais no assunto e não ser chata.

[menos com vocês, leitores queridos, porque aqui no blog eu sei que tenho sido repetitiva, mas é por uma boa (excelente) causa!]

Mas, enfim, vamos à campanha, um alerta geral para a importância do voto em candidatos que tenham proposta definida e factível para educação. Após a veiculação de vídeos, materiais de áudio e fotos, a campanha Eu Voto na Educação está agora nas redes sociais. Com o objetivo de inserir a Educação na pauta destas eleições, esta nova ação permite a participação dos internautas diretamente com a campanha.

Vale acompanhar estas reflexões:

Você acha que as nossas crianças e jovens estão tendo a educação a que têm direito?
Pense nisso na hora de votar. Porque cabe ao presidente, ao governador, aos senadores e aos deputados criar condições para melhorar a qualidade da Educação no país.
Veja as propostas do seu candidato para a Educação e aí sim decida o seu voto. Só uma Educação de qualidade dará futuro para os seus filhos.
Vote com consciência. Precisamos votar na Educação. Eu, Você, Todos Pela Educação. Educação de qualidade muda um país.

Tem duas coisas que ninguém tira da gente: estudar e votar.
Só quem estuda cresce na vida. Só quem vota direito muda a sua vida e de toda a comunidade pra melhor. Não caia em promessas. Veja o que cada candidato já fez pela Educação e o que ele pode fazer mais para melhorar a qualidade do ensino, tanto para alunos como para os professores.

Você já decidiu em quem votar nas eleições?
Se decidiu então você já sabe o que seu candidato vai fazer pela Educação, não sabe? O que ele vai fazer para melhorar o rendimento nas aulas, a carreira dos professores e até as instalações das escolas: biblioteca, laboratório… agora, se você escolheu o seu candidato,mas não tem essas respostas, então é melhor se informar.
Vote com consciência. Precisamos votar na Educação.

E se você gostou, se idendificou, concordou, dê RT, poste no seu blog, vote no Facebook ou divulgue no Orkut. E vale ler posts de apoio como o da @alinekelly e do @evandrocesar.

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas