Palavras difíceis

Mais da formatura:
Giorgio assistiu tudo do colo dos avós Manuel e Sônia, às vezes correndo para meus pais tb. No meio dos discursos das professoras e diretora da escola, ele fala: “Vovó, estas professoras só falam palavras difíceis!” (ele, o rei das palavras difíceis!). A vó respondeu: “É mesmo, você viu que legal?” E o Giorgio retrucou: “Ai, vovó, legal não é uma palavra difícil!”.
Quando ganhou o microscópio, Enzo saiu para mostrar para os coleguinhas que estavam próximos. A primeira foi a Luiza. Ao ver, ela falou: “Não acrediiitoo, Enzo, você já é inteligente, agora é que você vai saber tudo mesmo.” Concluí que as meninas da turma conhecem mesmo o meu filho. Não é à toa que ele foi pedido em casamento algumas vezes neste ano letivo.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.