a vida quer

Mais da formatura: Giorgio assistiu tudo do colo dos avós Manuel e Sônia, às vezes correndo para meus pais tb. No meio dos discursos das professoras e diretora da escola, ele fala: “Vovó, estas professoras só falam palavras difíceis!” (ele, o rei das palavras difíceis!). A vó respondeu: “É mesmo, você viu que legal?” E o Giorgio retrucou: “Ai, vovó, legal não é uma palavra...

Read More


a vida quer

Hoje recebi um texto para embasar uma reportagem e lembrei de uma amiga que me pediu indicações sobre livros para ler com sua filha de 7 meses. O texto é da FNLIJ que está interessada em nos indicar como portal cultural. Nós usamos muito em casa livros de plastico (para banho), pano, EVA e cartolina grossa com figuras. Mas com o tempo eu notei que...

Read More


a vida quer

Passamos o sábado à noite e o domingo em Itanhaém… achei legal, ficamos na praia de Cibratel(dizem que tem a melhor água do litoral sul) e o bom é que foi fora de temporada, estava pouco cheio e agradável. Claro, imprevistos acontecem, nosso pneu furou quando saímos do hotel de manhã e o estepe furou quando estávamos indo embora da praia de tardezinha. Dá para...

Read More


a vida quer

Amanhã será um lindo dia Da mais louca alegria Que se possa imaginar Amanhã, redobrada a força Pra cima que não cessa Há de vingar Amanhã, mais nenhum mistério Acima do ilusório O astro rei vai brilhar Amanhã a luminosidade Alheia a qualquer vontade Há de imperar, há de imperar Amanhã está toda a esperança Por menor que pareça O que existe é pra festejar...

Read More


a vida quer

Li hoje na revista História Viva: a lei de extinção do tráfico negreiro assinada em 1831, que nunca foi aplicada, e foi uma imposição da Inglaterra (na época a potência manda-chuva do Planeta), deu origem à expressão brasileira. Curioso, mas tb uma pena notar que tanto tempo depois ainda temos potências que se acham no direito de mandar e desmandar no planeta inteiro, sempre buscando...

Read More


a vida quer

Achei um texto que gostava muito na adolescência e estou postando aqui, chama-se Memória e é do Drummond. Memória Amar o perdido deixa confundido este coração. Nada pode o olvido contra o sem sentido apelo do Não. As coisas tangíveis tornam-se insensíveis à palma da mão Mas as coisas findas muito mais que lindas, essas ficarão. (Carlos Drummond de Andrade)


a vida quer

  Visitamos o Museu da Língua Portuguesa e usei a frase da liberdade como título do desabafo que fiz contando do passeio com Enzo, Giorgio e Himawari: A liberdade é assim, movimentação Li a frase acima na exposição do primeiro andar do Museu da Língua Portuguesa, um fragmento da obra prima de Guimarães Rosa. Como já era minha segunda visita ao museu, admito que deveria...

Read More




SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas