a vida quer

Hoje estava lendo e fazendo a triagem das mensagens que recebo do Maxpress, dezenas de releases diários de assuntos super variados. Duas coisas me chamaram atenção: uma era um release intitulado “Páscoa Com Chocolates e Sem Culpa”, do Citen, um centro de nutrição pelo qual já tenho simpatia só pelos releases da Mária Wirth. Enfim, com a proximidade da Páscoa, toda informação sobre nutrição é...

Read More


a vida quer

Tem um novo desabafo meu sobre a leitura da coleção Clifford, O Gigante Cão Vermelho. Está aqui. Gosto muito desta série e adorei a entrevista com o autor que pude ler graças à gentileza da Vanessa, assessora de imprensa da excelente editora CosacNayfi… Clifford e sua dona Emily Elizabeth são tão meigos e éticos que nos incitam a ser também, o tempo todo, mesmo diante...

Read More


a vida quer

Uma amiga que brincava comigo na infância me encontrou no orkut há alguns dias, a Edissandra. Foi uma enorme surpresa!, ela era vizinha da minha melhor amiga (Simone) e me trouxe novidades dela também. Sempre fico feliz quando encontro virtualmente amigos de infância e mais ainda quando lembram de mim. Nós passamos a infância morando em várias cidades até fincar raízes em Curitiba, quando eu...

Read More


a vida quer

Achei engraçado me deparar com este texto hoje no Desabafo, porque Michele descreve situações em que tem conseguido ou quer conseguir que o marido passe a ser mais participativo. Terminei de ler e pensei: -puxa, preciso elogiar mais meu marido! Sério, ele deve ser um em um milhão, como se diz. Sempre que vejo estas reclamações dos pais/maridos, fico meio sem jeito porque não consigo...

Read More


a vida quer

Ontem nem postei aqui, para marcar o Dia da Mulher. Tenho minha desculpa para esta falha: o dia acabou sendo do Bush. Ele alterou a vida de uma boa parte dos paulistanos com fechamento de ruas e ações à la FBI, como podem conferir no amplo levantamento que a midia tem feito aqui no Brasil. Acho um exagero, sem fim, mas vai ver que faltou...

Read More


a vida quer

Estas crianças aí acima mostrando seu passaporte brasileiro são apátridas da Suíça. Apátridas porque eles nasceram fora do Brasil, de pai ou mãe brasileiros, mas em país que aplica o Jus Sanguinis, ou seja, não concede cidadania aos nascidos em seu solo, a cidadania é passada pelo pai ou mãe. O Brasil, magnânimo e generoso país de imigrantes, aplica o Jus Solis (como os EUA...

Read More




SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas