bem estar / blogosfera
[Se você procura a Blogagem Coletiva do Outubro Rosa 2009, veja o post Força na Peruca neste Outubro Rosa. Se quer saber como este movimento chegou às mídias sociais, clique aqui]

blogueiras na coletiva que deu inicio a blogagem coletiva outubro rosa

Ontem estive (na companhia da querida Kaká, do Meu Veneno) num brunch no Bar Brahma a convite da Femama para o lançamento da campanha Não aceite informação pela metade e das ações do Outubro Rosa.

Únicas blogueiras no evento, fizemos uma mini-cobertura no Twitter (que pode ser lida aqui) e ficamos algumas horas pensando em como divulgar as informações preciosas que recebemos lá da Dra. Maira Caleffi (da Femama) e da jornalista Glória Maria (é, a apresentadora do Fantástico que está num “ano sabático” e se dedica a causas sociais).

(Parêntesis para contar que a assessora Giuliana Altieri nos deixou numa mesa VIP, bem em frente à Glória e ela é realmente linda, não é magérrima como eu pensava, é um verdadeiro mulherão, com aquela voz inconfundível e uma simplicidade e simpatia que eu não esperava mesmo! Adoro quando a vida me surpreende e quando eu me vejo forçada a admitir que tinha preconceito equivocado com alguém)

De tudo que ouvi, posso resumir em duas frases:

A mulher precisa se conscientizar de que a mama é sua, não é do marido, nem do filho.

Parece óbvio, mas não é. Convencer as mulheres a se tocar, a fazer o auto-exame, foi um longo trabalho de quem trabalha com saúde feminina. Ainda tem muita mulher que vê os próprios seios como atrativo para o homem, inveja para as mulheres ou simplesmente o alimento do filho. Fora destes contextos, é de ninguém. Quando a mastologista falou: a mulher tem que se apoderar de sua mama, fiquei encantada. A frase é perfeita.

O auto-exame é importante, mas é preciso fazer mamografia a partir dos 40 anos – 30 se tiver casos da doença em parentes muito próximos.

Dentre as novidades que ouvi ontem, esta é a maior. Mas não estou só. Uma pesquisa do Datafolha levantou o conhecimento das brasileiras sobre o câncer de mama e revelou que mesmo sabendo que o diagnóstico precoce aumenta a chance de cura, somente 31% das entrevistadas citaram a mamografia como principal forma de diagnóstico.

A alternativa que encontrei para nós que atuamos em mídia social contribuirmos efetivamente foi disponibilizar aqui as informações que recebi e convidar as amigas (e os amigos que forem generosos a ponto de divulgar um assunto feminino nos seus blogs, google reader ou twitters) para escrever também e ajudar na desmistificação da saúde feminina. Quem topa? Kaká e eu estamos marcando uma blogagem coletiva para o dia do lançamento oficial da campanha Outubro Rosa, dia 01/10, quarta-feira que vem.

Vamos usar alguns minutos deste dia para nos informar sobre o tema (a campanha lançou um site com informações sobre saúde feminina o www.mulherconsciente.com.br) e escrever um post com nossa opinião ou história familiar, apoiando a causa.

Participe, independemente de ser do nosso círculo de amigos ou de simpatizar conosco, divulgue as informações pensando que a cada ano 8 milhões de pessoas em todo planeta recebem diagnóstico de câncer de mama e que uma em cada três mulheres tem, tiveram ou terão algum tipo de câncer em sua vida e, destas, uma em cada dez desenvolverá câncer de mama. Suas informações e a divulgação das novidades sobre o tema podem significar o diagnóstico e o tratamento precoce de uma – ou mais – destas mulheres. Em nosso país 10 mil mulheres morrem em decorrência do câncer de mama por ano. O INCa (Instituto Nacional do Câncer) estima que são 49 mil casos por ano, o que seria equivalente a 134 novos casos por dia e 5 novos casos por hora.

Para nos organizar (e só por isso, não para aumentar o Page Rank) avise-nos fazendo trackback para este post. É só citar que soube da ação aqui e inserir o link. Se você não tem blog, participe mandando uma mensagem com estas informações para suas amigas no e-mail, msn, orkut, facebook e onde mais estiver presente nas redes socais.

P.S. A Pam Gonçalves muito generosa, fez um banner para a campanha:

E os meninos criaram esta outra:

[update]

Textos relacionados:

[Se você procura a Blogagem Coletiva do Outubro Rosa 2009, veja o post Força na Peruca neste Outubro Rosa. Se quer saber como este movimento chegou às mídias sociais, clique aqui] [/update]
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas