cidadania / cultura web

Vejam o vídeo e as fotos e vamos pensar juntos:  Consideraríamos certo matar um intruso para defender nossa propriedade? E se fosse para defender a vida das nossas famílias? Qual a medida para a legítima defesa ser correta? E como este crime repercutiria? Será que a mídia iria perdoar? E os usuários de redes sociais, como será que eles repercutiriam? No Twitter, Facebook e outros espaços, eles iam condenar ou apoiar os porquinhos que fizeram justiça com as próprias mãos? Será que uma foto ou um vídeo amador que surgisse no YouTube não mudaria o rumo das investigações? Quantos hits este vídeo alcançaria? Você acreditaria nele ou acharia que é montagem?  E viva a internet e as novas mídias que nos permitem ter uma visão global do quadro e não emitir julgamentos precipitados!

Amamos o tempo em que vivemos! Mas são tempos confusos, nos quais facilmente passamos de vítimas a violões e as manifestações populares podem alterar muito a forma como entendemos a história enquanto ela acontece.

Vejam como seria a história dos Três Porquinhos e o Lobo Mau nos dias de hoje:

Consideraríamos certo matar um intruso para defender nossa propriedade? E se fosse para defender a vida das nossas famílias? Qual a medida para a legítima defesa ser correta?

Os três porquinhos e o lobo mau atuais no Guardian - está certo matar um intruso?

E como este crime repercutiria? Será que a mídia iria perdoar?

Os três porquinhos e o lobo mau atuais no Guardian - está certo matar um intruso?

E os usuários de redes sociais, como será que eles repercutiriam? No Twitter, Facebook e outros espaços, eles iam condenar ou apoiar os porquinhos que fizeram justiça com as próprias mãos?

Os três porquinhos e o lobo mau atuais no Guardian - está certo matar um intruso?

Será que uma foto ou um vídeo amador que surgisse no YouTube não mudaria o rumo das investigações? Quantos hits este vídeo alcançaria? Você acreditaria nele ou acharia que é montagem?

Os três porquinhos e o lobo mau atuais no Guardian - está certo matar um intruso?

E viva a internet e as novas mídias que nos permitem ter uma visão global do quadro e não emitir julgamentos precipitados!

Viva a internet e novas mídias que nos permitem ver tudo e não julgar sem saber

P.S. O vídeo foi compartilhado por @edmarbulla e @mauricioeca no Facebook hoje e as imagens são prints de tela do filme que fiz nesta tarde para nos ajudar a pensar sobre o tema.

Você pode gostar também de ler:
"Tatuagens são uma manifestação de nossa necessidade profunda de expressar nossa identidades e mostrar a
Mania de muita gente, o uso de filtros para as imagens que compartilhamos na internet
“A necessidade de investimentos em infraestrutura no Brasil é muito grande, e isso já é
Acostumada a apreciar a arte dos irmãos Gustavo e Otávio Pandolfo (@osgemeos) na minha cidade
Estava lendo uma notícia no jornal no final de semana que dava conta de que
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas