Os 10 Mandamentos das pessoas organizadas

“Em sentido geral organização é o modo em que se organiza um sistema, facilitando o alcance de um objetivo. É a forma escolhida para arranjar, dispor ou classificar objetos, documentos e informações. Segundo Montana (2003, p. 170) organizar é o processo de reunir recursos físicos e humanos essenciais à consecução dos objetivos (…)”

Em definição, parece até mais fácil do que na prática né? Do grego “organon”, organização significa instrumento, utensílio. E eu entendo uma vida organizada aquela na qual o jeito de fazer as coisas atende da melhor forma suas necessidades – incluindo aí que este jeito e estas necessidades devem causar o mínimo possível de impacto (ambiental, que inclui as pessoas também, bom reiterar).

Quando vi este título no artigo de Tatiana Bonumá pensei: eu jamais passaria nesta lista! Mas sabem qual foi a surpresa? Eu consegui passar com louvor.

Posto abaixo para que vocês também possam ter esta satisfação – ou descobrir nos itens uma forma de tornar seu cotidiano mais produtivo.

Os 10 Mandamentos das pessoas organizadas

Quer saber no que acreditam as que conseguem cumprir todas as tarefas ao fim do dia? Veja a lista e inspire-se!

1. Listar os principais compromissos ou tarefas do dia.

2. Dividi-las em: urgentes, importantes e adiáveis.

3. Priorizar as urgentes, tentar parte das importantes e só passar para as adiáveis se sobrar tempo.

4. Estipular mais ou menos quanto tempo cada ação precisará e avaliar de forma realista se será possível assumir todas elas num mesmo dia.

5. Finalizar cada tarefa iniciada.

6. Concentrar-se ao fazer algo porque assim automaticamente será mais rápida e eficiente.

7. Não assumir mais de uma coisa ao mesmo tempo.

8. Identificar os seus principais fatores de dispersão e fugir deles.

9. Ser flexível para, ao longo do dia, alterar prioridades, incluir ou eliminar itens da lista.

10. No final do dia parabenizar-se pelo o que conseguiu fazer e analisar se pode agir melhor no próximo dia.

P.S. Já não tenho certeza, mas acho que foi compartilhado por @rogeriathompson… me corrijam se eu tiver errado, tá?

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook