cultura web / empreendedorismo

Para terminar a conversa do post anterior – Divulgar produtos e conversar com os consumidores em redes sociais é “investimento” vale ler o post do @nickellis Orgulho de ser blogueiro, twitteiro, nerdcasteiro e Etc.

Duas passagens são marcantes lá:

“Ninguém vive de Adsense se não tiver no mínimo centenas de milhares de pageviews por mês, ou pelo menos muitos leitores interessados nas ofertas de produtos e serviços que são exibidos no blog, o que depende muito do conteúdo exibido.”

“A grande maioria dos blogueiros que eu conheço são pessoas dedicadas, éticas e íntegras. É claro que existem exceções que envergonham os blogueiros sérios, mas a verdade é que isto acontece em qualquer atividade. [os bons blogueiros] encaram seu ofício com respeito por seus leitores, e merecem o nosso respeito. Se estas pessoas dedicam todo o seu tempo aos seus blogs, e conseguem ser remunerados por isto, podem ser chamados de profissionais no que fazem sem qualquer tipo de vergonha.”

Você pode gostar também de ler:
Desde que fiz meu primeiro detox digital, num verão há alguns anos, eu tenho descoberto
Eu vi nascer o Fórum Cristão de Profissionais. Estava no culto num domingo em que
vait_mcright / Pixabay Sempre acreditei na vida junto. Nada do que
“Cada sonho que você deixa para trás é um pedaço do seu futuro que deixa
Participei do COLab, o Laboratório de Convergência Audiovisual, que reuniu na Unibes Cultural interessados na
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas