Ópera à brasileira

Ao ver este título, meus filhos perguntariam se é o navegador para mobile que agora está mais brasileiro! Menos geeks e moderninhos, outros pensariam imediatamente em Carlos Gomes e O Guarani que, mesmo no século XIX, foi mais um fenômeno internacional do que efetivamente brasileiro. Mas nosso país tem outros artistas de renome nesta área musical e podemos conhecê-los no livro Ópera à brasileira, escrito por João Luis Sampaio.

Conhecido por sua coluna sobre cultura no jornal  O Estado de S.Paulo, autografa a obra no dia 27/03 (na Livraria Cultura Conjunto Nacional, à av. Paulista, 2073, São Paulo-SP), trazendo textos de especialistas que, na imprensa ou na academia, têm se dedicado a refletir e acompanhar a vida musical do país.

A obra traz um panorama da história recente da ópera brasileira eaponta caminhos para sua consolidação, pensando o gênero no contexto mais amplo da vida cultural do país. Como contou em seu blog Música clássica… e um pouco de tudo, o jornalista entrevistou grandes cantores de ópera brasileiros dos anos 50 e 60, como Ida Miccolis, Aracy Bellas Campos, Assis Pacheco, Paulo Fortes, Maria Henriques, Gloria Queiroz, Diva Pieranti, Niza de Castro Tank, Neyde Thomas. “Foi uma geração muito rica, composta por vozes de exceção, que não apenas garantiam a base da programação dos nossos teatros da época como ainda se apresentaram ao lado dos grandes nomes da ópera de então, como Beniamino Gigli, Giuseppe Di Stefano, Maria Callas, Renata Tebaldi, Jussi Bjöerling, que faziam temporadas no Brasil”, conta o pesquisador, que driblou as dificuldades da pouca documentação da atividade no Brasil. Ele enaltece iniciativas como a da família do tenor Alfredo Colósimo, que reuniu em três CDs trechos apresentados no Municipal do Rio e os disponibilizou na internet para download gratuito aqui.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.