Você conhece os cursos gratuitos das Oficinas Culturais de SP?

oficina-cultural-oswald-de-andrade

Como em todo final e começo de ano, aqui em casa fizemos uma limpa nas estantes e temos livros sobrando. Alguns pensamos em levar num sebo, para trocar mesmo, mas que complicado é. Nem todos aceitam, a gente fica “perdendo a viagem”. Doar para biblioteca é um destino de outra parte, inclusive para um projeto muito legal de biblioteca livre que o grupo Adolas, da IBAB, está promovendo na sua sede na Barra Funda.

E como a gente gosta muito de divulgar ações de economia solidária e de estímulo ao consumo de cultura, deixo uma dica para este sábado que gostei porque é prática e sem burocracia.

É a 2ª Feira de Troca de Livros da Oficina Cultural Oswald de Andrade, encontro que pretende que o público renove suas bibliotecas pessoais.

Para participar, basta trazer livros de quaisquer gêneros literários – romance, conto, crônica, poesia, biografia, quadrinhos etc. – e trocá-los na base de um por um.

A única recomendação é que os livros não sejam didáticos ou técnicos e estejam em bom estado de conservação.

Claro que fui saber mais do local, né?

A Oficina Cultural Oswald de Andrade foi a primeira a ser criada pela Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo. Foi inaugurada em 1986 com o nome de Oficinas Culturais Três Rios, no bairro do Bom Retiro. Foi rebatizada em 1990, ano do centenário de nascimento do escritor modernista, Oswald de Andrade, um dos mais importantes representantes da literatura brasileira como romancista, poeta, dramaturgo, ensaísta e jornalista.

Desde o início a Oficina trabalha com a formação de recursos humanos para a cultura, com atividades para jovens profissionais, nas mais diversas áreas, tais como, artes plásticas, cinema, dança, design, fotografia, história em quadrinhos, literatura, música, rádio, teatro e vídeo

Foi pioneira na implantação da nova metodologia de formação cultural, que concretiza propostas de programações que envolveram artistas, técnicos e pesquisadores no formato de cursos, oficinas, workshops, seminários e núcleos de produção.

Hei, Sam, que história é essa de Oficina Cultural do Estado?

Trata-se de um programa da Secretaria de Cultura do Estado de São Paulo que atua desde 1986 na formação e na vivência da população no campo da cultura e é administrado pela organização social POIESIS – Instituto de Apoio à Cultura, à Língua e à Literatura.

São 4 unidades das Oficinas Culturais na cidade de São Paulo, ofertando atividades gratuitas de formação e difusão cultural em diferentes linguagens artísticas, com cursos, palestras, oficinas, workshops, espetáculos e exposições para todos os públicos.

Conheça-as:

OC Oswald Andrade – Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro – São Paulo

OC Alfredo Volpi – Rua Américo Salvador Novelli, 416 – Itaquera – São Paulo

OC Casa Mário de Andrade, Rua Lopes Chaves, 546 – Barra Funda – São Paulo

OC Juan Serrano – Rua Joaquim Pimentel, 200 – Cohab Taipas – São Paulo

Fazem parte das Oficinas Culturais as atividades do Programa de Qualificação em Artes nas áreas de teatro e dança, que tem com ação principal a orientação artística a grupos, companhias ou coletivos no interior, litoral e região metropolitana de São Paulo, exceto capital.

Legal, né? Aproveitem!

Serviço:

Oficina Cultural Oswald de Andrade
Endereço: Rua Três Rios, 363 – Bom Retiro, São Paulo – SP
Telefone: (11) 3222-2662
Horário: Aberto de segunda a sexta das 9h às 22h. Sábados das 13h às 21h. Fechada aos domingos.
Fanpage: /oficinaculturaloswalddeandrade
Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.