O sal das (minhas) viagens (por @clauchow)

Quando estive a primeira vez na Europa aprendi por que o pão da Umbria não tinha sal. Os etruscos para fugir do imposto do sal não colocavam sal no pão e foi assim pra sempre, até hoje o pão italiano de Perugia não tem sal.

Depois de passar uma temporada no Sudeste Asiático cheguei no Brasil e na minha primeira refeição comentei “hum, comida salgada!” O sal dos asiáticos é a pimenta e sempre me olhavam com cara de espanto quando pedia para não colocar pimenta na comida.

Já tem um tempo que não uso sal para temperar minha salada, só azeite, gosto de tentar sentir os sabores das verduras e legumos, tentar porque cada dia que passa acho que eles tem menos sabor, creio eu que por causa dos agrotóxicos, não eu não como só comida orgânica, infelizmente.

clau chow liv light nutricao gourmet viva positivamente

Há 2 semanas fui participar de uma degustação de comida com menos sódio a convite da Coca-cola e com a ajuda da nutricionista Maria Cecília Corsi conheci novas receitas de comida com pouco sódio e outros sabores.

Eu não entendo nada de cozinhar, confesso que não sou fã de cozinhar, se precisar vou me virar e não passarei fome, vez ou outra até me aventuro em fazer alguma coisa (que obviamente nem sempre dá certo), mas cozinhar para o dia-a-dia, esquece, perco o apetite fácil e vou acabar nem comendo o que eu fizer. As poucas vezes que faço alguma coisa coloco o mínimo de sal pois morro de medo de errar a mão e deixar a comida impossível de comer, então prefiro sempre pecar por menos.

Mas se tem uma coisa que eu gosto muito é degustar novas comidas, novos sabores, novas experiências, por isso provei quase de tudo que vi pelo Sudeste Asiático, fiz até uma aula de culinária tailandesa, e vivo atrás de novos restaurantes e novos sabores e a experiência com o evento “Workshop sobre alimentação sem sal” foi excelente!

risoto integral de aspargos com lula e cebola caramelada

O meu escolhido como prato preferido do menu servido foi sem dúvida o risoto integral de aspargos com lula e cebola caramelada, simplesmente porque foi uma explosão de sabores e texturas e também porque amo aspargos e cebola. Por conta da pequena quantidade de sal o sabor do arroz integral e da cebola super se destacaram e as texturas da lula e da castanha do pará me chamaram bem a atenção. E sem contar a apresentação linda do prato!

A menção honrosa do menu vai para entrada Salada mix de grãos com ricota, abobrinha e molho de aceto reduzido. AMO abobrinha e a textura dela super combinou com os grãos que tiveram seus sabores acentuados com o molho de aceto reduzido com um segredo: Coca cola zero.

Salada mix de grãos com ricota, abobrinha e molho de aceto reduzido

Pra mim o bom de comer é sempre experimentar novos sabores, novas experiências, novas possibilidades e esse menu me propiciou tudo isso, seja pela combinação de ingredientes, seja pela quase ausência do sal. Se pra você tudo isso é novidade demais sugiro começar experimentando devagar, não colocando sal na salada de vez em quando por exemplo e aos poucos experimente novos ingredientes, novos pratos no seu restaurante preferido, tenho certeza que isso dará novo sabor a sua vida, independente da quantidade de sal! 😉

Claudia Chow (@clauchow) é viajante apaixonada, mas também geóloga e escreve no blog Ecodesenvolvimento sobre as inquietações do universo da sustentabilidade, preocupada com os rumos que os seres humanos têm dado ao seu único planeta. 
Nota da Editora: fiquei curiosa com o pão da Umbria e procurei saber mais. Achei esta receita que parece deliciosa: “El panettone salado, típico de los días de Semana Santa en Umbria, no blog LA ZUCCHERIERA – Porque comida italiana no es macarones com chorizo!
Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook