O rochedo e a estrela

http://i43.photobucket.com/albums/e372/Babitonga/sinagoga.jpg

Minha mãe anda meio ligada em possíveis raízes judias (enfim, era só o que faltava para completar a assembléia da ONU que são meus ancestrais) e acabo pensando nela quando vejo noticias sobre o tema. Hoje acontece a pré-estréia de um documentário que traça um panorama da presença judaica em Pernambuco no século XVII, mostrando como uma parte forte da cultura dita brasileira teve forte influência dos judeus. O Rochedo e a Estrela, de Kátia Mesel, abre o 12º Festival de Cinema Judaico de São Paulo, às 21 horas, o Centro da Cultura Judaica. Interessei-me porque Gui e eu vimos neste ano um documentário novaiorquinho que comentava estar em Pernambuco a mais antiga sinagoga das Américas, a Sinagoga Kahal Zur Israel, construída no ano de 1636 por judeus holandeses e ibéricos. Ao ver este filme lembrei de imediato deste dado histórico.

O longa mostra um panorama da permissão do judaísmo e sua expansão em Pernambuco no século XVII, ora se adaptando a novas situações culturais, ora mantendo suas bases de referência para povos de várias nações, e como Maurício de Nassau foi fundamental para esta libertação religiosa.

Kátia diz que o filme reflexiona sobre a interferência dos judeus na formação étnica e cultural de Pernambuco, mostrando também a grande mistura étnica nordestina, terra de encontro de diversas culturas como a portuguesa, a africana e a indígena.

O 12º Festival de Cinema Judaico de São Paulo, parceria entre o Centro da Cultura Judaica e A Hebraica, ocorre entre os dias 5 e 10 de agosto. Neste ano, a mostra terá como tema os 60 anos de Israel e será dividido em quatro mostras temáticas: Ficção, Documentário, Israel 60 e Pré-Estréias Nacionais.

As exibições do Centro da Cultura Judaica ocorrem no Teatro (300 lugares, sujeito à lotação do espaço). A programação tem entrada gratuita, mas quem quiser contribuir com o Departamento Sócio-Cultural do CCJ, pode trocar o ingresso por um quilo de alimento não perecível a ser doado ao Programa Ajuda Alimentando, mantido pela instituição. Os ingressos são limitados a dois por pessoa e devem ser retirados a partir das 14 horas na Bilheteria.

O Centro da Cultura Judaica está localizado à Rua Oscar Freire, 2500, ao lado do metrô Sumaré. Informações pelo telefone (11) 3065.4333 ou no site.

Serviço:

  • 12º Festival de Cinema Judaico de São Paulo
  • Pré-Estréia Nacional de “O Rochedo e a Estrela”
  • Direção: Kátia Mesel
  • Terça-feira, dia 5 de agosto, às 21 horas.
  • Teatro: 300 lugares. Idade Mínima: 12 anos.
  • Entrada: 1 quilo de alimento não perecível a ser doado ao projeto Ajuda Alimentando.
  • Ingressos limitados. Retirar a partir das 14 horas na Bilheteria. Sujeito à lotação do espaço.
  • Centro da Cultura Judaica
  • Rua Oscar Freire, 2500 telefone (11) 3065.4333 site www.culturajudaica.org.br

Outros filmes do festival:

05/08

  • 21:00 – Filme: “Varenick com Vatapá”, com presença do diretor
  • Gênero: Curta | Direção: Marcelo Szykman | Duração: 16 min | Idade: 12 anos
  • 21:20 – Filme: “O Rochedo e a Estrela”, com presença da diretora
  • Gênero: Documentário | Direção: Kátia Mesel | Duração: 85 min | Idade: 12 anos

06/08

  • 19:00 – Filme: “Making Trouble”
  • Gênero: Documentário / Comédia | Direção: Rachel Talbot | Duração: 85 min | Idade: 12 anos
  • 21:00 – Filme: “Lemon Tree”, com presença do diretor
  • Gênero: Drama baseado em fatos reais | Direção: Eran Riklis | Duração: 106 min | Idade: 12 anos

07/08

  • 19:00 – Filme: “Ponte Sobre o Wadi”
  • Gênero: Documentário | Direção: Tomer e Barak Heymann | Duração: 55 min | Idade: 14 anos
  • 21:00 – Filme: “Peças em Fuga”
  • Gênero: Drama / Guerra | Direção: Jeremy Podeswa | Duração: 108 min | Idade: 14 anos

08/08

  • 19:00 – Filme: “Judeus Esquecidos”, com a presença da diretora
  • Gênero: Documentário | Direção: Gabriela Bohm | Duração: 75 min | Idade: 12 anos
  • 21:00 – Filme: “Shivá à Mexicana”
  • Gênero: Comédia | Direção: Alejandro Springall | Duração: 98 min | Idade: 12 anos

09/08

  • Reexibição dos melhores filmes eleitos pelo público na 1ª Mostra Audiovisual Israelense
  • 14:00 – Filme: “Conhecimento é o Início”
  • Gênero: Documentário | Direção: Paul Smaczny | Duração: 115 min | Idade: 12 anos
  • 16:00 – Filme: “O Pequeno Traidor”
  • Gênero: Drama/Guerra | Direção: Lynn Roth | Duração: 83 min | Idade: 14 anos
Crédito da imagem: Batalhas da Língua Portuguesa.
Zemanta Pixie
Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook