entretenimento

Morre o músico indiano Ravi Shankar, aos 92 anos.

Lembro que quando minha mãe exigiu que eu “debutasse” no mesmo clube que ela, do qual meu avô era um dos fundadores, eu queria que minha entrada fosse com uma música de Shankar ou do japonês Kitaro. Claro que proibiram veementemente e não lembro absolutamente o que colocaram no lugar, mas sei que desde os 15 anos eu sabia o que combinava comigo e não tinha modismo nas escolhas.

“Shankar ajudou a milhões de amantes da música clássica, do jazz e do rock no Ocidente a descobrir as tradições centenárias da música indiana durante uma carreira de oito décadas. Ele era um ícone musical hippie dos anos 1960 e tocou no famoso Festival de Woodstock.
O beatle George Harrison o rotulou como “o padrinho da música do mundo”. Shankar foi um dos pioneiros do conceito de rock beneficente com a realização do Concerto para Bangladesh em 1971. Para as novas gerações era mais conhecido como pai da cantora americana de jazz Norah Jones e de Anoushka Shankar, a quem ensinou a arte da cítara.”

Abaixo um dos meus vídeos favoritos de Harrison (de 1971)  que tem esta influência, My Sweet Lord:

E uma dos dois juntos, Prabhujee:

Avaliaram o que significaria uma “debutante” entrando no salão de um clube com uma música assim, duas décadas antes da moda de Caminho das Índias? Imagino o desespero das pessoas! Ainda bem que foi meu único evento tradicional em sociedade! Depois deste minha mãe, coitada, desistiu! Mas com certeza eu teria ficado super bem caracterizada se fosse a um baile com trajes típicos indianos e o cabelão de Pocanhontas que usava na época!

😉

P.S. Minha amiga da época (e até hoje contato graças à internet), Andrea, me falava que eu cantava parecido com a Norah Jones. Isso sim é um sinal de empatia, né? Don`t know why

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas