O melhor e o pior dia de 2011 #MemeDasAntigas

20111217-175229.jpg

As pessoas choram não porque são fracas. Elas choram porque foram fortes por tempo demais…

Na minha tradução ultra livre, a imagem acima, que explica parte do que vai em meu coração neste final de ano, seria assim. Às vezes sair do jogo exige mas força e coragem do que ficar.

Num dos dias mais tristes (daqueles tão, tão pesados que nem são dramáticos) que vivi – e que aconteceu neste ano, no feriado da República – eu saí de um jogo que me fazia mal tanto quanto ao meu interlocutor e tornava ruim o clima ao nosso redor. Os dias ruins servem para isso também, além de nos fazerem sofrer, nos permitem criar coragem e romper com o que nos faz mal.

O que aconteceu foi que este pior dia de 2011 acabou sendo, por consequência, o melhor, porque me deu uma libertação emocional.

Este post faz parte do #MemeDasAntigas!!! Um balanço feito entre blogs do ano que está terminando! Quer participar? Visite este post, veja como e junte-se a nós!

Quem já faz parte: Hally Rocker do Mode On/Off, Renata Becker do Oui, Madame, André “Hipotermia” Sobreiro, Érica Lopes, Lilian do Lá no Cafofo, Ana do Organizando o Caos, Larissa Bohnenberger do O Elemento Fogo, Marcos Rodrigo do Eh Bien…, Evy do Pensamentos Perdidos, Juli_Chan do Hitomi Nyu, Cássia Alves do Busca de Sentidos, Regiane do Pequenas Coisas da Rê, Kel Sodré do Armário de Coisinhas, DaniSohDani do Só Lendo, Marcos Freitas do Passageiro do Mundo, Natalia Máximo do Caleidoscópio Dental, Mah Kaori do MahMind, Rafaela Marinho do Meus Vários Mundos, Janna do Livros Pura Diversão, Cintia Ribeiro do Free To Be Me, Nilza Borba do Pele sem Flor, Ana Carolina do Seis Milênios, Nita do Falando sobre Livros, Sam Shiraishi do A Vida Como A Vida Quer, Nara do Minha Fábrica de Sonhos, Camila Batista do It’s not too Late, Neyara do Capsula de Banca, Lila Ricken do A Luz Difusa do Abajur Lilás, Letícia do A Garota e Seus Livros…

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.