a vida quer

Enquanto meus filhos estão no cinema com amigos assistindo Homem de Ferro e Horton e o Mundo dos Quem , estou aqui pensando numa matéria que li sobre Hanna Montana . Sabem quem é? É a personagem de um seriadinho para tweens que passa na Disney e que mostra uma mocinha comportada, boa filha, amiga e aluna, enfim, uma adolescente normal, que libera seu lado B numa identidade secreta, a pop star Hannah Montana. Até aqui normal, né? Que adolescente não teve o sonho de ser pop star e, ao mesmo tempo, o desejo de poder ser outra pessoa às vezes, para escapar da pressão da idade? Sim, aquela pressão para realizar coisas que comentei ao postar o texto da Marta Medeiros. Nunca vi o programinha, mas está na minha lista de atividades para os próximos dias e, quem sabe, até vou ao cinema ver o que a mocinha de Nashville tem a contar e que me faça entender porque ela até mudou o nome verdadeiro (Destiny Hope) e assumiu o nome (Miley) da personagem do seriado?

Mas o que realmente me animou na matéria foi saber que o filme/show Hanna Montana & Miley Cyrus: O melhor de dois mundos é pioneiro no formato Disney Digital 3-D que promete mudar a forma como assistimos cinema. E para quem tem meninos e adora desenhos como eu, a notícia é ainda melhor: dois filmes do Toy Story serão relançados (em 2009 e 2010) neste formato e há planos para outros 25 projetos , entre eles um dos heróis favoritos dos meus filhos, Avatar – a Lenda de Aang (de James Cameron) e Tintin (de Steven Spielberg), um dos meus heróis favoritos de todos os tempos, que sempre me ofereceu o melhor do mundo em suas viagens pelo mundo como repórter. 😉

P.S. Lembrei de outros fenômenos teen como Britney Spears e Lindsay Lohan e fiquei pensando porque elas não chegaram a ser Madonna (que, aos 50 é a rainha do pop e foi até eleita para o Hall da Fama do Rock!).

P.P.S. Sobre o Homem de Ferro e os problemas das celebridades, na Época tem entrevista com Robert Downey Jr contando da década que passou com problemas e do quanto brigou para fazer o protagonista neste filme.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas