entretenimento

Não estou falando do blogueiro Luiz Jerônimo, aka @tarjapreta. Mas O Homem da Tarja Preta tem um pézinho na internet e no mundo virtual sim. Apresentada pelo ator Ricardo Bittencourt, que, A peça conta a história de um homem que, travestido de prostituta, tenta descobrir o que é ser homem durante uma noite de conversas em salas de bate-papo na internet. Bittencourt, que veio do grupo Uzyna Uzona de José Celso Martinez Corrêa, atua em parceria com a atriz Bete Coelho, responsável pela direção da peça. 

Baseada em texto do psicanalista e escritor Contardo Calligaris, um pensador dos relacionamentos atuais, estou há tempos querendo assisti-la com o Gui. O espetáculo tem sessões às quintas e sextas, às 21h, até o dia 19 de junho. O ingresso custa R$ 20, a peça não é recomendada para menores de 16 anos e está no Teatro Eva Herz (Livraria Cultura – Av. Paulista 2073, Cerqueira César; tel.: 3170-4059).

Ficou interessado? Pode sentir o clima nesta entrevista de Contardo Calligaris e Ricardo Bittencourt no Jô Soares.

P.S. Li no Universo Mix a nota de que Calligaris é responsável pela curadoria do Café Filosófico, programa de palestras exibido pela TV Cultura, na série de quatro encontros sobre a “Crise do Macho” – A crise atual é uma crise da forma masculina de relacionamento com o mundo?. Em 29/04 discutiu-se “O Corpo Masculino” com palestra (que sinto por ter perdido!) do próprio Calligaris e participação do ator Ricardo Bittencourt encenando trechos do monólogo “O Homem da Tarja Preta”. Os outros encontros são ”Sonhos de Meninos”, “Uma Fantasia Masculina das Últimas Décadas” e “O Homem Nas Mãos das Mulheres”, realizados sempre às quartas-feiras, no Tom Jazz (Avenida Angélica, nº 2331). A entrada é gratuita e por ordem de chegada, a partir das 18h30.

Você pode gostar também de ler:
As férias estão chegando, a grana está curta e  você não vai ter dinheiro para fazer aquela
Uma das coisas que mais amo fazer é ir ao teatro. E enfim quebrei o
Estamos no SESC e lembrei de muitas famílias leitoras. Inscrevemos os meninos no Curumim que
No final de semana passado tivemos um compromisso diferente: fomos ao teatro ver uma rádio
Ver musicais no teatro era um sonho de criança que comecei a realizar graças ao
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas