destaque / mãe / Mães e Pais / relacionamentos

Tanto meu pai quando minha mãe tiveram pais aos 40 (exatamente como acontece com nossa caçula, Manu) e por isso acostumei-me a pensar nos avós como pessoas com certa idade e, para mim, a estranheza sempre foi a ideia de que vó era uma figura moderna e cheia de energia, a mítica Vovó Delícia do Ziraldo. Eis que, apesar de não termos filhos muito cedo (eu fui mãe aos 27, minha mãe aos 25 e minha avó aos 24), descobri que o mundo das vovós mudou muito!

Mesmo que na sua família as coisas tenham sido mais “normais”, aposto que alguns sintomas destas mudanças estão por aí também:

Não temos “velhos” em casa, temos pessoas cada vez mais saudáveis e preocupadas com a agenda de compromissos – do pilates à natação, masssagens e esportes, tudo que garante uma qualidade de vida que muitas vezes nós, pais, não conseguimos ter na faixa dos 20 aos 40 anos!

Os novos avós costumam ter as finanças em dia para poderem gastar com o que gostam (e isso quer dizer viajar, fazer cursos, comprar carros legais e tudo mais que lhes permita aproveitar a vida).

Boa parte das mulheres é egressa do mercado de trabalho. Ao contrário das avós da minha época, que viviam da pensão do vô, as novas avós ainda trabalham, são produtivas e importantes nas suas áreas ou gozam da sua própria e merecida aposentadoria.

Mesmo assim, vejam que lindo, a maior parte dos avós conserva o que tem de mais especial na “vovocidade” (a idade de ser avó, como fala meu sogro): amam ficar com os netos!

Como é por aí? Os avós moram longe ou perto? Ajudam ou são muito ocupados? Seja como for, não perca a chance de dar um abraço (real ou virtual) neles no Dia dos Avós!

Os nossos avós estão distantes, mas se os seus estiverem pertinho, aproveite!

Dia dos avós, longe dos olhos e perto do coração. Simbolicamente hoje até nossa bebê pegou o telefone e chamava “vovô, uôuó, ditian”… o amor é algo que a gente preserva e alimenta mesmo distante, com as boas lembranças e a presença afetiva.

P.S. Explicando: 26 de julho é Dia dos Avós. Fiz uma pequena homenagem ao meu pai, minha mãe e meus sogros no meu post da Disney Babble Brasil. Vai lá 😉

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas