As brasileiras precisam começar a empreender negócios sociais #WFB14

 (Photo by Daniel Vorley/Getty Images)

Cheguei ao primeiro dia do Women’s Forum a tempo de ouvir as apresentações antes do debate (aberto à platéia, lindamente organizada num abraço aos painelistas) no painel que tinha como premissa falar sobre como meu negócio e a sociedade podem crescer (What my business and my society need to prosper), mas, pelo time de painelistas, o papo rumou facilmente para outra linha, ainda melhor.

Em pouco tempo a conversa entre Claudia Vassallo, Magdalena Pardo , Annette De Castro , Julie T. Katzman , Rodrigo Baggio, ganhou linhas que me interessam muito e foram tema de diversas reflexões aqui no blog. Um exemplo: Baggio elogiou mulheres que atuam em negócios sociais e citou dona Anna Marcondes, do Morto dos Macacos no Rio de Janeiro, que conheci na Rio+20 e acompanho no Viva Positivamente da Coca-Cola.

A partir disso, ele também provocou as mulheres a criarem negócios sociais.

Vamos, gente?

Eu e Marianne Costa, fundadora do Raízes Desenvolvimento Sustentável
🙂
Sinto que estamos no caminho certo e a sintonia de encontrar pessoas assim enquanto caminhamos só reforça esta fé na vida!

A conferência deste ano também sedia a quarta reunião do CEO Champions Brasil, um grupo de CEOs que analisará a forma como o seu próprio compromisso pode resultar em mais mulheres em posições de liderança. Nesta mesma linha (de forte empoderamento feminino jovem) o evento apresentou uma delegação especial de cinco jovens brasileiras e latino-americanas como parte de um grupo de Rising Talents, iniciativa do Women’s Forum, apresentada em parceria com a PwC Brasil, visa enaltecer mulheres jovens e de grande talento abaixo dos 40 anos que estão em seu caminho para se tornarem grandes líderes.

Além disso, a iniciativa iLive2Lead trouxe duas jovens líderes do Brasil e do México – ambas com 20 e poucos anos – que compartilham suas histórias com blogs do mundo inteiro.

Durante a conferência, um grupo de “Amazing Women” receberá uma homenagem por sua capacidade de ir além de seus caminhos para ter um impacto sustentável na sociedade.

A lista de palestrantes torna ainda mais especial a oportunidade de estar lá, pertinho, num ambiente horizonal e democrático, para conversar com quem atua em áreas tão diversas com o mesmo objetivo que nós, mudar o mundo, começando por empoderar mulheres: Diretora de Integração de Meninas e Mulheres da Clinton Global Initiative, Penny Aberywardena; o Presidente do Instituto Ethos Jorge Abrahão; as cantoras Mariana e Fafá de Belém; a fundadora da Escuela Nueva e ex-vice-ministra de educação da Colômbia, Vicky Colbert de Arboleda; a Presidente da Schneider Electric, Tania Cosentino; a CEO da Boeing Brasil, Donna Hrinak; o ex-CEO Regional da Alcoa para América Latina e Caribe, Franklin Feder; a Presidente e CEO da Dudalina, Sonia Regina Hess de Souza; a Diretora da Divisão de Sandálias da Alpargatas, Carla Schmitzberger; a Vice-Presidente Executiva do Banco Interamericano de Desenvolvimento, Julie T. Katzman; e a CEO do Magazine Luiza SA, Luiza Helena Trajano, junto com sua filha e Chef de cozinha Ana Luiza Trajano.

Leia sobre o evento – do qual o @avidaquer é um dos blogs oficiais – no post Construindo o futuro com uma visão feminina #WFB14. E veja no instagram ou fanpage do blog vídeos que estamos postando em tempo real. 

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.