Natura Wiki-Histórias

Não posso dizer que lembro do nascimento da Natura, porque a empresa é mais velha que eu, mas lembro nitidamente do que ser consultora Natura significou para muitas mulheres. Minha mãe sempre foi (e ainda é) usuária fiel da marca e ao longo de 30 anos muitas vendedoras ficaram amigas dela, fizeram parte de momentos da nossa família, marcaram minha própria história. Minhas primeiras brincadeiras de maquiagem foram com a linha L’arc en ciel, o xampu que resolveu meu cabelo oleoso na adolescência foi o Simbios, Mamãe e Bebê foi um dos presentes cheirosos da gravidez e cremes Chronos vieram com conselhos da mamãe nos meus 30 anos.

Se eu, que vivo de fora esta história, tenho tanto para contar, imagino como é com quem fez a história de fato. A empresa está homenageando seus colaboradores no Wiki-Histórias: uma comunidade feita das lembranças de funcionários e ex-funcionários da Natura, espaço para compartilhar e guardar lembranças de colaboradores de diferentes épocas, antes guardadas apenas na memória, agora se tornam o destaque de uma comunidade virtual, que se converterá num livro sobre a trajetória da empresa.

E como funcionará?

No site da comunidade, funcionários e ex-funcionários têm a oportunidade de se cadastrar e registrar seus depoimentos de forma fácil e rápida. Em seguida, os textos passam a fazer parte da biblioteca de histórias, onde também podem ser compartilhados e receber comentários de outros participantes do Brasil inteiro.

A comunidade busca motivar o reencontro e a troca de experiências entre funcionários da Natura, criando um mosaico de histórias de vida que compõem também a história da empresa. Aproximando ainda mais essas realidades, um livro comemorativo também incluirá muitos dos depoimentos obtidos por meio da comunidade.

Para conhecer o Natura Wiki-Histórias: http://wikihistorias.com.br

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook