Não seria melhor comprar um ar condicionado?

Quando morei no Oriente descobri duas coisas: que a gente não precisa de tantas coisas para viver (móveis, enfeitinhos, casa enorme) e que alguns gadgets podem fazer enorme diferença no cotidiano. Isso criou em mim uma relação quase antagônica com a casa e os objetos que vou acumulando e eu noto que, se me faz cada vez mais nipônica adorar “aparelhos” para isso e aquilo, sou também cada vez mais germânica no pragmatismo de só manter o que é realmente útil.

E uma das coisas que me convenci recentemente que é bem útil é um ar condicionado. Foi o objeto mais desejado por toda família neste verão paulistano, mas eu sempre me segurava porque tinha receio de que o ar que passa através do aparelho fizesse mal à saúde do filhote que tem bronquite alérgica. Os cuidados são parte das mudanças que vamos fazendo quando não vivemos sós, são pequenas concessões e adaptações necessárias e não raro eles nos privam de confortos – como no caso do ar condicionado.

Eis que descobri que a Samsung tem dois modelos (Vivace e Crystal) que caberiam na minha realidade: são mais portáteis e possuem a tecnologia Virus Doctor, que elimina até 99,9% dos microorganismos nocivos que podem causar rinite, asma, gripe ou outros sintomas alérgicos. 

Como? É que estes modelos têm um ionizador de plasma que deixa o ar livre (em uma área de até 10m2) de vírus, fungos, bactérias, ácaros e outros agentes causadores de alergia.

E se faltava alguma coisa para me decidir pelo investimento, encontrei aqui: o filtro Catechin anti-bactérias com base de chá verde que promete retirar odores indesejáveis do ambiente! Quem não quer isso em casa?

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook