cidadania / empreendedorismo

Recebi a visita de uma amiga agora à tarde. Foi rápido, mas nestas horas é que eu penso em como é válido estar em casa, trabalhando, mas disponível, administrando meu tempo do meu jeito. Estive lendo na coluna do Max Gehringer sobre o home office e um leitor perguntava porque não deu certo, acrescentando que nos anos 1990 essa prometia ser a grande tendência para o futuro.
Sinto-me a prova de que o home office deu certo, pois há anos trabalho assim, desde que retornei do Japão. A Rê, que me visitou hoje para me convidar para o aniversário do Lu, trabalha assim também. Sabemos que teremos que compensar muito trabalho depois porque paramos meia hora para conversar, mas nos sentimos bem por termos esta flexibilidade. No entanto, nenhuma de nós (e nem as empresas para as quais trabalhamos) fica alardeando isto e nossa existência diferente passa desapercebida no contexto geral da sociedade.
Lembro-me de ouvir falar de uma mudança em empresas européias no final da década de 1990, em que os funcionários recebiam da empresa uma estrutura mínima para montar um SOHO (small office home office) e realizar de suas casas o trabalho que fariam na empresa. A tinha como base menos o conforto do empregado e mais a necessidade das grandes corporações de reduzir seus custos. Isto é possível para alguns profissionais, como jornalistas (eu), arquitetos, despachantes (como a Rê), técnicos de informática, designers gráficos, alimentadando também a rede de prestadores de serviços das quais ouvimos falar tanto.
Gehringer defende que os empregados remotos não exigem espaço nos escritórios e permitem uma economia de espaço, móveis, materiais, café, transporte e de funções de apoio (portaria, recepção, secretárias, boys). Tudo tudo verdade! Gostei também da dica do site Go Home. E o blog efetividade.net tem um bom post sobre o trabalho em casa. Nem tudo funciona comigo, mas vale a pena ler se você está pensando nesta mudança na sua vida ou já está nisto e precisa otimizar o tempo.
O que sinto no meu trabalho é que para fazê-lo em casa preciso me desligar de estar em casa. Não ouvir as crianças, a empregada, só atender o telefone do escritório e ter horários e metas para cumprir. Não com rigidez, mas com disciplina. Sou uma bagunceira com papéis, mas super organizada no mundo virtual e prezo demais meu espaço, então aqui em casa cada um tem suas coisas, inclusive material de escritório. Mas isto não impede os meninos de tentarem me chantagear ao longo da tarde. E tem coisa melhor do que poder parar cinco minutos e abraçar o filho ou dar parabéns por um desenho lindo?
P.S. Este post foi feito no dia 10, mas como saí de casa e sofri um acidente de trânsito não foi postado no dia. Mais uma razão para trabalhar em casa: a gente não corre riscos no trânsito! (Ah, a imagem foi uma montagem minha e frase – ridícula- ficou com cara de publicidade de qualidade duvidosa, né? Mas vou manter, prova que não tenho talento para vendas! Tentei tirar uma foto minha aqui, mas não deu certo, Enzo ainda treme muito. Aliás, os botões de câmera tb são contra canhotos!)

(24/08/07:  Achei um texto bem legal sobre o tema no  blog do Rodrigo Muniz e deixo trackback aqui. )

Você pode gostar também de ler:
Desde que fiz meu primeiro detox digital, num verão há alguns anos, eu tenho descoberto
Eu vi nascer o Fórum Cristão de Profissionais. Estava no culto num domingo em que
vait_mcright / Pixabay Sempre acreditei na vida junto. Nada do que
“Cada sonho que você deixa para trás é um pedaço do seu futuro que deixa
Participei do COLab, o Laboratório de Convergência Audiovisual, que reuniu na Unibes Cultural interessados na
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas