acessibilidade / destaque / entretenimento / música

encontro-de-cultura-acessivel

Defendemos tantas bandeiras no A Vida Quer e uma das mais queridas é a inclusão. Nesta seara, descobri coisas diferentes como a que trago hoje: o primeiro disco em Libras do Brasil.

A ideia do artista Fabrício Zava é possibilitar que as pessoas com deficiência auditiva de acompanhar o trabalho musical através da inclusão de intérpretes e da Língua Brasileira de Sinais.

Fazendo uso da cultura e da tecnologia para a aproximação, em Intersecções, disco feito em parceria com a maestrina Ester Freire, Fabrício conta com participações especiais de Liniker, Brás Antunes (filho do cantor Arnaldo Antunes), Toninho Ferragutti (acordeon), entre outros.

fabricio-zava-disco-acessivel-em-libras

Inspiradas na obra do sociólogo Zygmunt Bauman, as músicas propõem uma reflexão sobre as relações na sociedade e exploram o tema “amor”. Assim narra, com tons de humor, as fases de uma relação: a intensidade da descoberta, as saudades sem fim, os aprisionamentos disfarçados, comodismos do tempo e as marcas deixadas.

Ouça o disco no Spotify ou Deezer e baixe gratuitamente na iTunes, Google Play.

O artista explica que a ideia do projeto é atrair todos os tipos de público, por isso na internet as faixas estão disponibilizadas gratuitamente, com tradução em Libras e os shows terão intérpretes para que a comunidade surda possa ter acesso à tradução.

Café Sem Palavras, Hand Talk e LIBRAS

Se você, como eu, fica se perguntando como se faz esta tradução (eu falei disso num post, pois na igreja que frequento há tradução em Libras da pregação e do louvor), neste vídeo teaser é possível entender:

Ah, e o CD será lançado na cidade do artista, Socorro.

Como não sou paulista, tive que buscar informações para saber onde fica essa cidade de nome diferente.

Descobri que Socorro é um dos 19 municípios paulistas considerados estâncias hidrominerais pelo Estado de São Paulo, por cumprirem determinados pré-requisitos definidos por Lei Estadual, o que lhes garante uma verba maior por parte do Estado para a promoção do turismo regional.

Desde 2004, todos os setores de serviço (restaurantes, hotéis, teatros, etc.) adaptam os locais de acesso para pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida, como parte do projeto Socorro Acessível.

Ruas e calçadas foram estrategicamente adaptadas para que todas as pessoas com deficiência ou mobilidade reduzida fossem atendidas, contemplando lugares onde o turista vai, como bancos, comércio, etc. O município também passou a oferecer, entre as 24 modalidades esportivas de turismo de aventura do local, oito totalmente adaptadas para atender esse público.

Atender a quem tem audição reduzida cabe muito neste projeto de acessibilidade, não é mesmo? Gostei! Graças ao músico local e seu CD acessível, descobri a cidade e vou salvar aqui para considerar como roteiro para passar férias, afinal, está na encosta da Serra da Mantiqueira, a apenas 130 km de São Paulo!

🙂

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas