bem estar / educação / mãe

Para evitar problemas futuros, mochila escolar deve pesar no máximo 10% do peso

Para a maioria dos pais que tem filhos em escolas particulares (as públicas, pelo que sei, tem um calendário levemente diferente, pelo menos aqui em São Paulo) hoje é dia de voltar à rotina das aulas.

Verificando a mochila dos meus filhos, notei que vou me incomodar novamente com o peso dos materiais. Falo do tema há anos e já demonstrei inclusive minha simpatia pelos projetos que substituem parte dos livros ou apostilas por tablets, lembram-se?

O bom é saber que a preocupação está ganhando força social: um projeto de lei que define a quantidade de material que deve ser carregada na mochila ou pasta escolar está sendo analisado pelo Senado brasileiro.

A Sociedade Brasileira de Ortopedia e Traumatologia (SBOT) tem uma recomendação oficial sobre o tema:

O que é transportado nas costas não deve ultrapassar 10% do peso corporal da criança ou adolescente.

Com ou sem uma lei que defina isso – e se houver, a responsabilidade pelo excesso de peso deveria recair sobre a escola, que seria obrigada a manter armários para guardar material entre as aulas ou calcular o peso para cada série antes de emitir as listas de material no começo do ano letivo -, os pais devem cuidar deste detalhe pelo bem estar de seus filhos. As dicas para escolher são simples:

A mochila ideal deve ter alças largas e acolchoadas e vários compartimentos, para uma melhor distribuição do peso.

– A mochila deve ficar encostada sempre na altura da lombar.

– As malas de rodinha são uma opção, mas, se a escola for cheia de escadas (como é o caso da unidade onde meus filhos estudam), melhor ficar com a mochila mesmo.

– O cálculo do peso é simples: se seu filho tem 30 quilos, por exemplo, o material que leva nas costas não deveria passar de 3kg.

– E vale lembrar que se a criança vai para a escola caminhando, vale a pena reduzir este peso máximo, sempre que possível.

;

Posts Relacionados:

Você pode gostar também de ler:
  Esse texto é para você, que assistiu o filme e está fritando para ler
Aziz e Fatima Ansari em Master of None No mês das
A gravidez na adolescência teve uma queda de 17% no Brasil segundo dados preliminares do
Estudo comprova que a necessidade evolutiva de proteger o bebê expande habilidades das mães Uma
Ali Wong - Baby cobra Nesse final de semana vi "Ali
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas