Mobilizando a sociedade em busca da educação de qualidade

20130522-190426.jpg

Sempre que vejo notícias de aumento da criminalidade e desajustes sociais a solução que me vem à mente é uma só: empoderar a população com educação.

Mas não adianta só fazer as crianças e adolescentes completarem o ensino na teoria, com aprovação automática, é preciso investir em qualidade e também atuar na educação continuada de adultos, para tentarmos também resgatar quem já passou pelo sistema formal de ensino e não aprendeu o suficiente.

Neste sentido concordo com as frases abaixo, ditas durante o lançamento do projeto Globo Educação – plataforma que tem como objetivo mobilizar a sociedade e promover o debate sobre a importância do ensino de qualidade. Durante o lançamento, José Roberto Marinho, vice-presidente das Organizações Globo, Gary Stahl, representante do Unicef no Brasil, e Hugo Barreto, secretário-geral da Fundação Roberto Marinho, assinaram o termo de compromisso da parceria institucional.

“A conquista do conhecimento é peça central da sociedade e deve estar no imaginário de todos. O nosso objetivo é transformar o projeto em ponto de encontro de educação na Globo. Somar as forças e contribuir para que a educação tenha o espaço que merece.”

Hugo Barreto, da Fundação Roberto Marinho, também destacou a importância da iniciativa. “A educação é um direito de todos. Com plataformas em diferentes espaços e conteúdos, iremos mobilizar a sociedade brasileira em torno do tema”, disse. “Temos aqui bons parceiros da educação pública, com visões diferentes, que podem ajudar a garantir a qualidade do ensino”, acrescentou a secretária de Educação Continuada, Alfabetização, Diversidade e Inclusão do Ministério da Educação, Macaé Maria Evaristo dos Santos, que também participou do evento.

20130522-192756.jpg

O lançamento do projeto contou ainda com o diálogo “O Valor do Conhecimento na Sociedade Brasileira”, mediado pelo jornalista William Wack. O filósofo e economista, Edurdo Gianetti, a ex-secretária de Educação Básica, Maria do Pilar, e o estudante do Instituto Tecnológico de Aeronaútica(ITA) e presidente do QMágico, empresa que trabalha com tecnologia educacional, Thiago Feijão, debateram questões como a valorização do professor, o ensino de qualidade e a busca do conhecimento.

O projeto contará com três eixos de atuação: televisão, internet e fóruns presenciais. A meta é contribuir para o fortalecimento da consciência e do comprometimento com a qualidade da educação pública, difundindo boas práticas, prestação de serviços e projetos de referência em interprogramas, campanhas, matérias jornalísticas, conteúdo online e debates com especialistas.

Vamos acompanhar e torcer para ser muito bom!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook