Minha escolha

“‎90% das pessoas levam menos de 30 segundos para escolher um produto da prateleira de um supermercado. O selo Minha Escolha, sempre localizado na parte da frente das embalagens, ajuda o consumidor a fazer opções mais saudáveis sem atrasar suas compras!”
(via Cada Gesto Conta)

Todos nós queremos nos alimentar de forma mais saudável, mas na hora de comprar surgem dúvidas sobre os critérios para escolher os produtos na prateleira do supermercado. Se você se sente assim, saiba que não está só: um levantamento (realizado pela IPSOS Affairs) afirma que 43% dos consumidores está sempre confuso sobre o que comer para se manter com saúde.

Eis que hoje no Facebook descobri este site www.programaminhaescolha.com.br e o tal selo – do qual, confesso, nunca tinha ouvido falar. Trata-se de uma iniciativa global de representantes da Indústria de Alimentos e das Ciências desenvolvida para facilitar a escolha de opções mais saudáveis de alimentos. A ideia de facilitar a vida dos consumidores que desejam escolher produtos mais saudáveis. E o programa pretende ajudar os consumidores a identificar, de forma simples e rápida, opções saudáveis no momento da compra, além de estimular as indústrias alimentícias a aprimorar a composição de seus produtos, aumentando, assim, a disponibilidade de alimentos e bebidas mais saudáveis e atendendo a demanda de consumo.

E para nos ajudar, criaram um selo (logo simples e direto) que fica na frente das embalagens dos produtos das empresas participantes do programa que possuem níveis controlados de quatro nutrientes-chaves, de acordo com os critérios nutricionais definidos com base nos níveis de 4 nutrientes-chave: gorduras saturadas, gorduras trans, os açúcares e o sódio (sal). Segundo a OMS, os quatro são os nutrientes causadores de doenças crônicas como diabetes, obesidade e doenças cardiovasculares, quando consumidos em excesso.

As evidências relacionadas a estes nutrientes, de acordo com o documento publicado em 2003 pela OMS são:

  • Gorduras trans: evidência convincente que aumenta o risco de doença cardiovascular.
  • Gorduras saturadas: evidência convincente de que aumenta o nível de colesterol e o risco de doenças cardiovasculares e provável para diabetes tipo 2.
  • Açúcar: evidência convincente de que o excesso de açúcar causa cárie dentária; evidência provável de que o consumo de bebidas açucaradas está relacionado com a obesidade e erosão dental; e provável relação da obesidade com a maior ingestão de alimentos de alta densidade energética, e porém pobre em nutrientes
  • Sódio: evidência convincente para doença cardiovascular.

E quais seriam as medidas adequadas para um dia? Elas estão sintetizadas na tabela abaixo e podem ser lidas com maior detalhamento neste pdf.

E por que fazer opções assim? A adequação dos nutrientes-chaves é prioridade para a prevenção das doenças crônicas e não adianta adicionar fibras a um alimento que ainda é rico em açúcar ou incluir qualquer outro ingrediente funcional se ele ainda contém alto teor de açúcar, sódio, gordura saturada e/ou gordura trans. E se você achou difícil adotar esta alimentação mais adequada, veja no site a lista de empresas que já aderiram (Batavo, Cascajú, Nutrimental, Perdigão, Unilever) e force a sua marca favorita a aderir também.

Na próxima ida ao mercado dê uma olhada  nos produtos e veja se encontra o selo. Depois não deixe de me contar como foi. Eu também farei o mesmo por aqui e vou tentar confirmar a informação de que o selo já está presente em mais de 5 mil produtos (distribuídos em 50 países). 😉

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook