destaque / educação

O que vocês acharam da iniciativa paulistana do Cartão do Educador?

A Prefeitura apresentou-o como “um reconhecimento ao trabalho dos educadores”. Nominal e intransferível, ele será enviado a partir deste mês pelos Correios para os servidores ativos e aposentados e deverá chegar às casas dos profissionais de educação até o dia do Professor.

O que vocês acharam da iniciativa paulistana do Cartão do Educador?  A Prefeitura apresentou-o hoje como “um reconhecimento ao trabalho dos educadores”. Nominal e intransferível, ele será enviado a partir deste mês pelos Correios para os servidores ativos e aposentados e deverá chegar às casas dos profissionais de educação até o dia 15 de outubro – dia do Professor.

O projeto foi desenvolvido pela Secretaria Municipal de Educação em parceria com a Associação Nacional de Livrarias (ANL) e a Câmara Brasileira do Livro (CBL). O Cartão do Educador será válido em todas as livrarias da cidade identificadas com o selo do programa. Até agora mais de 200 livrarias já aderiram e a lista está no site da CBL.

Os mais de 80 mil educadores da cidade de São Paulo, ativos e aposentados, poderão, a partir de agora, comprar livros com 20% de desconto na maioria das livrarias da cidade, aproveitando o benefício que terá validade por dois anos, podendo ser renovado por igual período.

A ideia é permitir que professores, diretores, supervisores, orientadores entre outros profissionais do ensino público, da cidade de São Paulo, sejam privilegiados na compra de livros, nas livrarias afiliadas a Associação Nacional de Livrarias.

“O professor é o protagonista desta história. É para ele que trabalhamos por melhores condições em sala de aula, pela reestruturação da carreira e por aumento salarial, que consideramos uma questão relevante”, afirmou a Secretaria de Educação.

Valeu, professor!

Estão abertas as inscrições para as atividades com vagas limitadas que serão promovidas pela Secretaria Municipal de Educação em comemoração ao Mês da Educação. O Valeu Professor oferecerá diversas atrações para toda a cidade e, em especial, para os mais de 80 mil educadores da rede municipal, durante todo o mês de outubro. Mas várias delas, como os cursos de gastronomia no Mercado Municipal e visitas guiadas a museus da cidade, necessitam de inscrições prévias, que podem ser feitas gratuitamente no site do programa.

Há ainda espaços reservados para que os professores mostrem o seu talento. Professores artistas se inscreveram no site do Valeu Professor – ou no Memorial do Ensino Municipal, na Rua Estado de Israel, 509, Vila Clementino, onde os educadores entregaram os trabalhos, selecionados e divididos em três categorias – pintura, desenho e gravura.

Outros agrados aos professores incluíam visitas à Pinacoteca do Estado, para a exposição do pintor francês Henri Matisse, e ao Museu Afro, para a exposição A Simbologia Afro-religiosa na obra de Rubem Valentin, ao MAM (Museu de Arte Moderna), para a exposição Panorama Brasileiro.

Achei tudo multidisciplinar e interessante. A Hotec (Faculdade de Tecnologia em Hotelaria, Gastronomia e Turismo de São Paulo) ofereceu oficinas de gastronomia no Mercado Municipal, ensinando aos professores interessados receitas de salmão, risoto, tortas e deliciosas sobremesas.

E aí, na sua região, como os professores foram e são valorizados?

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas