Meme here are the rules

Anny me passou esta tarefa na semana passada e não consegui ainda postar. Repito a fórmula, mesmo sem ter entendido porque é bilíngue!

Here are the rules.
Post these rules on your blog.
Answer these 15 questions about yourself.
List: 3 joys, 3 fears, 3 goals, 3 current obsessions/collections, 3 random/surprising facts
Tag five people at the end of your post by leaving their names.
Let them know they are tagged by leaving a comment on their blog.
Anny tagged me, so….

Tradução:

Estas são as regras.
Coloque estas regras no seu blog.
Responda estas 15 perguntas sobre você.
Liste: 3 alegrias, 3 medos, 3 objetivos, 3 obsessões atuais/coleções, 3 fatos surpreendentes
Marque cinco pessoas no fim do post, deixando seus nomes.
Deixe que eles saibam que foram indicados deixando um comentário em seus blogs.
Anny me indicou, então….

Antes de começar, deixa eu fazer um comentário pessoal: acredito que a única regra de verdade é ser feliz sem ultrapassar os limites do bem-estar do outro (ou seja, sem ser um poço de egoísmo) e sem se desligar de Deus.

E agora vamos às minhas respostas:

  • 3 alegrias. Serei piegas, mas verdadeira: a maior alegria é ter meus três homens perto de mim, então são (1) Gui, (2) Enzo e (3) Giorgio. 😉
  • 3 medos. De que a (1) violência e a falta de (2) ética e de (3) valores chegue a um ponto em nossa sociedade que não seja mais possível ter esperança.
  • 3 objetivos. (1) Encontrar o Caminho do Meio em tudo na vida. (2) Conseguir me sentir satisfeita com o que os objetos materiais que tenho e não ser vítima da indústrias do consumo. (3) Ser remunerada com justiça no meu trabalho online.
  • 3 obsessões atuais/coleções. (1) Na categoria obsessão, me privar da vida online e ser offline nos finais de semana para viver como antigamente, (2) e está virando uma obsessão tentar aproveitar os eventos culturais de São Paulo e ensinar os meninos a consumir boa cultura e (3) colecionar um monte de coisas…
  • 3 fatos surpreendentes. Este foi um item que eu não entendi bem, mas vamos lá. (1) Descobrir depois de anos que eu no fundo detestava Curitiba e (2) que eu evitava há mais de uma década morar em São Paulo (plano de vida do Gui desde sempre) que aqui pode ser meu lugar. (3) Bem recente e aparentemente sem importância, mas com significado: alterei meu msn há pouco tempo e criei um grupo “blogueiros” que me fez descobrir que os contatos de pessoas com blogs já ultrapassam os outros que eu tenho (e uso msn desde que o programa surgiu!). Minhas amizades estão migrando de vez para os blogs e felizmente, como mostram as fotos do churrasquinho de ontem que posto aqui para ilustrar o post, estão se tornando boas amizades reais e não apenas virtuais. 😉

Não vou indicar porque sinceramente não sei bem quem curte estas coisas ou não, mas deixo em aberto para quem quiser!

P.S. Caminho do Meio (Madhyama Pratipad, em sânscrito) é uma expressão que sugere evitar os caminhos extremos, ter o cuidado, a consideração com os dois lados da questão.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook