Dica de livros e filmes: Maze Runner

mazer-runner-2

Já escolhi minha nova trilogia: Maze Runner, de James Dashner. Meu e-reader já está abastecido com os livros Correr ou Morrer, Prova de Fogo e A Cura Mortal – afinal, eu gosto livros de ficção científica e sou adepta da teoria da conspiração! Dashner é conhecido por fazer “ficção especulativa” e a série tem mais dois livros (que ainda não achei) e um a caminho, que deve sair em 2016: Ordem de Extermínio, Arquivos e O Código da Febre.

(e aqui fica uma dica para quem nunca sabe o que oferecer para primos, sobrinhos e afilhados adolescentes)

 Com direção de Wes Ball e roteiro de Noah Oppenheim, o elenco tem como destaque Dylan O'Brien, Ki Hong Lee, Thomas Sangster, Kaya Scodelario, Blake Cooper, Will Poulter e Aml Ameen.

Quem não curte ler, pode ver os filmes. Dois já estão disponíveis na TV (vi o segundo filme no ‪#‎netnow‬) e o terceiro sairá em 2017.

Sabem que embora não tenha sido um roteiro desde o início, a série é mesmo pensada para o cinema? Quando o primeiro livro da série The Maze Runner saiu, o autor James Dashner logo vendeu os direitos à 20th Century Fox entrou na jogada e Wes Ball foi escolhido como diretor e Noah Oppenheim como roteirista. Estão também no elenco  Dylan O’Brien, Ki Hong Lee, Thomas Sangster, Kaya Scodelario, Blake Cooper, Will Poulter e Aml Ameen.

O herói da história é Thomas (vivido por Dylan O’Brien, ator conhecido por interpretar Stiles Stilinski na série Teen Wolf). Ele acorda preso e sem memória, encarcerado num elevador que o leva até uma clareira cercada por um enorme labirinto, onde descobre um grupo de garotos. Eles contam (com um misto de resignação e revolta) que todo mês um novo garoto desmemoriado chega através do elevador, mas nenhum deles tem a menor ideia do que devem fazer ali ou qual o propósito de tudo aquilo. Enquanto sobrevivem aos trancos e barrancos, são assombrados pelo perigo da presença de monstros assustadores, os Verdugos, mantidos à distância pelas imensas portas ao seu redor que fecham ao anoitecer.

Um fato altera de forma radical a rotina do lugar, chega uma garota, a primeira enviada à clareira. Porém, surpreendente mesmo é a mensagem que ela traz consigo. Thomas será mais importante do que imagina, com estranhos sonhos sobre uma misteriosa organização conhecida como C.R.U.E.L, terá que explorar os sombrios segredos guardados em sua mente e correr, correr muito.

É uma história da Jornada do Heroi, aquela que todos apreciamos e que buscamos reviver em nossas vidas sempre.

73672

Joseph Campbell, em seu livro O Herói de Mil Faces, reuniu 12 passos pelos quais a Jornada do Herói acontece, usando a psicanálise para justificar o modelo, explicando como se parece com nossa vida, a ponto de nos prender pela empatia.  Também vale a leitura!

[cuidado, aqui tem SPOILERS dos filmes]

maze-runner

O primeiro filme tem um quê de suspense, mas é mais para pensar do que para temer. No segundo, talvez porque livro foi escrito depois do acordo com a Fox (que detém os direitos de The Walking Dead), os crackers passam de pessoas com problemas mentais por conta de um vírus para zumbis.

[FIM DOS SPOILERS]

Quer ver se gosta? Veja os trailers:

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.