Mãe com filhos e muitas histórias para contar

maecomfilhos

A data na foto marca um momento histórico: 01/12/2008, quando nos reunimos pela primeira vez para definir a condução de um site que inaguraria dias depois, o Mãe com filhos. Estávamos na agência Riot (o convite para o projeto veio de Pedro Ivo Resende em pessoa, num evento no qual nos encontramos meses antes), nossa contratante para o projeto da Kraft Foods, onde participamos de uma reunião remota (um call) com Luiz Felipe Barros, o “pai” e idealizador da ideia de criar um espaço virtual para a marca de biscoitos Trakinas conversar com as mães.

Até então Trakinas era aquele biscoito cujas propagandas de TV lembravam uma infância de bagunças. O menino que fazia bagunça na sala de aula e, ao ser pego em flagrante, ficava com aquela cara de bolacha, lembram? Pois esta imagem se manteve, mas, conforme nossos textos atualizavam o blog, fomos criando uma nova linha editorial para conversar com as mães 1.0 (e depois descobrimos que nos liam também pais e avós) sobre o mundo 2.0 das crianças. O tempo passou, no segundo ano do projeto deixamos de ter a Lili como autora e ganhamos o Dr. Carlos Nogueira (pai, pediatra e nutrólogo) que às quartas nos ensinava como nutrir adequadamente nossos filhos.

Trakinas

No final de fevereiro de 2011 o projeto chegou ao fim. Vai deixar saudade – da turma, dos leitores, de falar de crianças todos os dias por lá, das enquetes, testes e perguntas e respostas aos internautas – mas também me deixa a sensação de dever cumprido. A decisão global da empresa de focar sua comunicação nas crianças – conversar com os pais era uma novidade para eles – faz o site perder um pouco do sentido, mas nos dá também a certeza de que abrimos caminho ao mostrar que é válida a comunicação de marcas de produtos infantis com as famílias, usando a internet para comunicar projetos, propostas e ideias que estão além do que vendem no varejo.

Aos autores do Mãe com filhos, fica o registro de que foi uma honra dividir o espaço com vocês. Aos queridos leitores, que estiveram comigo neste tempo no Mãe com filhos, meu obrigada. E para quem ainda tiver interesse no tema, a parte comportamental da vida em família continuará sendo tratada no A Vida Como A Vida Quer e as dicas culturais no Nossos Pequenos Leitores.   E o Twitter de corujice materna e hub de blogs de mães, @maecomfilhos, continua firme e forte. Nos vemos em um – ou em todos – estes endereços na internet que nos une através de tantas afinidades.

🙂

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook