bem estar

loveyourbodyday

Quando vi o convite da @semiramis para participar do “Love Your Body Day”, uma mobilização feminina contra a ditadura da beleza irreal tive duas referências mentais. O livro A beleza roubada, Mulher, Mito e Consumo, de Raquel Moreno, que li há um ano e pouco me impactou muito porque traduzia em palavras meus pensamentos sobre muitos temas. E a Blogagem Coletiva Outubro Rosa, porque sinto que a coisa está tão confusa na cabeça de algumas pessoas que na iminência de perder a vida algumas se preocupam com coisas como o cabelo, a pele, etc, enfim, coisas que, felizmente, são passíveis de reposição!

Um estudo conduzido por uma equipe de pesquisadores da Alemanha, EUA e Holanda concluiu que as fotos das modelos em revistas, sejam elas magras ou gordas, fazem as mulheres acima do peso se sentirem pior com os seus corpos. E, na contramão disso, mulheres abaixo do peso normal se sentem melhor ao ver as mesmas fotos.

E o que faz a gente se sentir bem ou mal? Creio que muita coisa advém do padrão de beleza. Na falta de padrão que é o povo brasileiro (temos de tudo um pouco aqui, eu mesma sou quase um samba do crioulo doido, com japonês, alemão-russo e português no DNA e mãe de filhos que herdaram sangue ibérico) a gente se sente desigual o tempo todo. Mas, por força da mídia, insistimos em tentar achar um jeito de ser igual e esta busca incessante só nos traz sofrimento, tristeza, angústia e sensação de fracasso.

samegui noite rosa

Que tal eu com uma peruca assim? Me senti maravilhosa e ainda sou eu, né? E olha só a carinha da minha mãe, linda e loura, ao meu lado!

🙂

E como combinamos que postaríamos todas as terças neste #outubrorosa, eu achei legal juntar este “Dia de Amar o Seu Corpo” (Love Your Body Day) com o movimento popular nos EUA e que repercute principalmente entre a comunidade de blogueiras e ativistas pelos direitos da mulher.

Em 1998, o peso médio de uma modelo era 23% mais baixo do que o ponteiro da balança marcava, em média, entre as mulheres em geral. Vinte anos antes, essa diferença era de apenas 8%. Alarmadas com este quadro, as mulheres da fundação norte-americana NOW – National Organization for Women (Organização Nacional das Mulheres) decidiram criar um dia especial, para alertar as mulheres sobre a importância de encontrar sua própria beleza, em vez de tentar alcançar os padrões de revistas e passarelas – que, cá entre nós, só existem à base de muito make up e photoshop. Nascia o Love Your Body Day – algo como “Dia de Amar o Seu Corpo”.

O dia de amanhã é um convite para toda mulher parar um minuto e prestar atenção em qual beleza ela busca: a beleza impossível das capas de revista ou a beleza verdadeira, de um corpo saudável e uma pele bonita, mas que transpareça os anos vividos?

E então? Vamos celebrar? O que você pensa em fazer no Dia de Amar o Seu Corpo?

selo da blogagem coletiva outubro rosa

E sobre o #outubrorosa: está imperdível o post da @smiletic de hoje, feito com consultoria da @acharolastra: Mamografia: Digital x Analógica, o que fazer?

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Latest posts by Sam @samegui Shiraishi (see all)


Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas