destaque / entretenimento

  
Liberdade, Liberdade… significativa a estrelada série que revive os ideais de Tiradentes justamente nesta semana de definições políticas sérias. Nem podemos acusar a Rede Globo, afinal, (1) uma série assim não se faz do dia para noite e (2) comemoramos o feriado em homenagem a esse personagem histórico na próxima semana.

Foi rápida a participação de Tiago Lacerda como o Alferes e de Letícia Sabatela como a mãe de sua filha, Joaquina (vivida por Mel Maia). 

O legal é ver uma heroína interessante apontando em todos os teasers da série: é a filha de Tiradentes a condutora dessa história, um pouco real e muito fictícia, que se passa nas Minas Gerais do século 18.

Órfã, ela é levada para Portugal por Raposo (Dalton Vigh), um fidalgo que se compadece do seu sofrimento e cuida de sua criação. Lá, ela assume a identidade de Rosa e se transforma com o passar dos anos numa mulher cheia de personalidade e inteligente, agora interpretada por Andreia Horta. 

Vamos ver como segue. Quando vi o horário (faixa das 23h) eu já percebi que seria “pesada”, o que acho uma pena, pois faltam filmes e séries bons sobre história do Brasil e esse poderia ser uma referência para muitos estudantes, mas abusa de cenas de sexo e violência. 

😉


Estatísticas