destaque / entretenimento

birutas koi nobori voando no céu em homenagem ao Dia dos Meninos 5 de maio

Engraçada a vida. Para mim o Dia dos Meninos e as “birutas” são tão comuns que nem pensei que gerariam curiosidade. Até que postei no instagram do blog (@avidaquer) uma imagem dos peixinhos pendurados voando e uma leitora/seguidora me falou que finalmente entendera o que era “aquele emoji”. 

🎏

Prometi fazer post sobre o Koibori e aqui estou.

A terra dos meus ancestrais tem algumas particularidades bonitas. Uma delas é a tradição de homenagear separadamente meninos e meninas.

Depois da Segunda Segunda Guerra o Dia dos Meninos (cinco de maio) virou Dia das Criancas, mas a verdade é que continua sendo uma data para valorizar os varões da família e como aprendi assim, sigo neste embalo.

Quando morei no Japão achava lindo ver as carpas na frente das casas, representando a esperança dos pais de que suas crianças cresçam fortes e saudáveis. Pelo número de peixes podia-se deduzir quantas crianças tinha aquela família e, se fossem mais tradicionais, quantos meninos “passariam o sobrenome para frente”.

640px-150425_Koinobori_Chizu_Tottori_pref_Japan01bs-2

Koinobori at Chizu, Tottori prefecture, Japan por 663highland.

(isso sim é machismo, afinal, no Japão as mulheres que casam são “cortadas” da genealogia da família e passam para outra linhagem, a do marido, mas isso é papo para outro post!)

Esse dia é especialmente gostoso por lá porque é o desfecho da Golden Week (Semana de Ouro), a primeira pausa do ano que reúne três feriados nacionais: o Dia de Showa (29 de abril, aniversário do Imperador Hirohito), o Dia da Constituição (3 de maio) e o Dia das Crianças (5 de maio). No dia 4 de maio celebra-se o Dia do Verde, dia que é “enforcado” sempre que os feriados do dia 3 e 5 caem num dia da semana. O 1º de Maio, embora não seja feriado nacional no Japão, também tem sido motivo de comemoração.

Um exemplo de koinobori misto tem uma biruta samurai em cima, seguido de um koi preto (representando o pai), de um koi vermelho (representando o primogênito) e de um koi azul (representando um filho mais jovem). Se houver mais meninos na casa, o menino seguinte é representado por um koi verde, um outro por um koi violeta.

A haste é erguida no lado de fora da casa, a uma altura acima da linha do telhado para que todos os kois fiquem visíveis do entorno da casa. A dimensão dos kois pode variar de alguns centímetros a vários metros.

Lindo, né? Que tal fazer no próximo?

The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas