Existe jornalista-influenciador ou é tudo preto no branco, maniqueísta?

Há 12 anos eu criei o avidaquer.com.br quando estava “entre trabalhos” e nunca mais fui “só jornalista”. No geral sou basicamente digital influencer ou no máximo, como dizem hoje, “creator”.

Mas, pela “deformação” profissional, ainda tenho compromisso de levar informação a interessados, de apurar, de questionar.

Exceto quando me contratam – e sim, o mundo tem muito disso – eu não estou “ali para fazer acontecer, para alavancar a marca, conseguir curtidas, gerar “awareness”, tornar conhecido o produto”.

Há um limbo entre esses dois perfis? Tem jornalista-influenciador ou é tudo preto no branco, maniqueísta?

O mestre Kaluan Boarini Bernardo me deixou cheia de caraminholas por dias!

No link que indica, ele comenta que o jornalista “conseguiu traduzir bem um mal-estar que eu sinto nos últimos 7 anos cobrindo tecnologia. Claro que nem todo evento e viagem é tão descarado como esse da Asus. Mas essa lógica permeia todo o setor, que precisa urgentemente de mais autocrítica.”

E bem na véspera do Dia do Jornalista e, curiosamente, dos meus 20 anos de formatura!

Por acaso, horas depois desta conversa com Kaluan, recebi um convite para o evento O Papel da Mídia Brasileira na Era da Pós-Verdade. O fórum, promovido pela Associação Nacional dos Editores de Revistas (ANER), acontece em São Paulo no dia 4 de abril, e se propõe a discutir os desafios do jornalismo em um período marcado pelo crescimento das chamadas “fake news”.

As notícias falsas e dos fatos alternativos que costumam ser propagados em larga escala, geram danos diversos à sociedade e aos processos éticos e democráticos da informação, e devem sim ser tema de debate entre comunicadores.

fake-news-o-fenomeno

A programação parece interesante:

  • Na abertura, o presidente da ANER, Fábio Gallo, abordará a importância da credibilidade da informação na era da pós-verdade e o protagonismo da entidade nesta discussão; o jornalista, colunista da rádio USP e professor acadêmico, Carlos Eduardo Lins da Silva, falará sobre o significado do tema para o jornalismo e mídia brasileira. O objetivo é estabelecer um parâmetro à sociedade sobre fatos e boatos (ou mentiras).  Lins da Silva discutirá, ainda, em um talk show, com a participação do diretor de redação da Revista Época, João Gabriel de Lima, a chamada “bolha informativa” e seus efeitos na comunicação.
  • O secretário nacional de Previdência Social, Marcelo Caetano, é um dos palestrantes e dará exemplos de noticias falsas divulgadas sobre a reforma da previdência. No fórum, o filósofo, Luiz Felipe Pondé, proporá uma reflexão sobre os males de uma sociedade que acredita em mentiras. 
  • O que está por trás de uma onda de ataques ao jornalismo e ao surgimento da indústria de falsas notícias? Este será o tema da apresentação do professor e jornalista,  Eugênio Bucci, que estabelecerá uma crítica sobre o descompromisso com a verdade factual e a ética, seja nas relações políticas ou de imprensa.
  • No último módulo do evento, a jornalista Mônica Waldvogel entrevista os presidentes da Associação Nacional de Jornais (ANJ), Marcelo Rech; Associação Brasileira de Emissoras de Rádio e Televisão (ABERT), Paulo Tonet; e ANER, Fábio Gallo.
  • O encerramento será realizado pelo diretor geral da editora Globo e Infoglobo, Frederic Zoghaib Kachar.

Serviço: 

  • “O Papel da Mídia Brasileira na era da Pós-Verdade”.
  • Data: 4 de abril de 2017.
  • Horário: 8h15 às 12h30.
  • Local: Hotel Tivoli / Mofarrej – Alameda Santos, 1.437 – Cerqueira Cesar – SP.
  • Informações e Inscrições: (11) 3030-9390 / aner@aner.org.br ou diretamente pelo link.
Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook