destaque / entretenimento

Hoje entra em cartaz o documentário Janis: Little Girl Blue, de Amy J. Berg, que traça uma cronologia da carreira de Janis Joplin desde os primórdios até a sua morte prematura aos 27 anos. Mais do que isso, em todo o filme acompanhamos os passos de uma jovem rumo ao estrelato, sua ascensão, seus medos e como ela mudou o cenário do Rock, ritmo que até então era dominado por homens.

Ao todo foram sete anos para a conclusão do filme que traz imagens de arquivo inéditas, correspondências pessoais da cantora para sua família e amigos, entrevistas e algumas das performances mais icônicas da cantora de clássicos como Piece of My Heart,” “Cry Baby,” e ” Me and Bobby McGee.” O longa ainda conta com narração de Chan Marshall (Cat Power), cantora e compositora reconhecida pela cena Indie Rock.

 

Com influências de soul e blues, Janis fez história na música mesmo com pouco tempo de estrada. Em 1967, no Monterey International Pop Festival, ao lado do Big Brother and the Holding Company, ela e Ottis Redding fizeram sua estreia para o grande público, em um evento que tinha grandes artistas e que também apresentará pela primeira vez nos EUA Jimi Hendrix, outro grande nome da música. Uma apresentação marcante que empolgou não apenas o público, mas também Clive Davis, diretor da Columbia Records.

 

 

 

Mais do que uma mulher à frente do seu tempo, Janis desbravou o terreno para muitas de nós, em um espaço onde ainda não éramos vistas. Na década de 60, que tinha como pano de fundo uma América conservadora e machista, ela gritou com ferocidade para o mundo e conquistou a todos com sua singularidade. Janis era única. E, a cada pedaço de sua história, éramos apresentados à garota de voz rasgada, cheia de personalidade e sonhos, que viveu intensamente cada passo da sua vida: drogas, demônios internos, canções e tudo aquilo que a rodeava. Seu maior vício era amar.

“Trocaria todos os meus amanhãs por um único dia de ontem.”

1970:  Photo of Janis Joplin  Photo by Michael Ochs Archives/Getty Images

1970: Photo of Janis Joplin Photo by Michael Ochs Archives/Getty Images

Uma voz que ainda ecoa por gerações.

Uma mulher.

Um mito.

Janis, obrigada.

 

Hoje nos cinemas. Confira a programação abaixo:

 

SEMANA DE 07/07/2016 A 13/07/2016

ESTREIA
* Confirme a programação e horários nos cinemas de sua cidade.

BAURU

» Cine n’ Fun – Alameda Quality Center
Horário: 19h00

» Cinépolis Bauru
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

BELÉM

» Cinépolis Boulevard Belém
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

BELO HORIZONTE

» Cinema Belas Artes
Sala 3: 15h50 – 21h30

» NET Cineart Ponteio
Sala 4: 21h10

» Cine 104
Horários: 18h35 – 20h30

BRASÍLIA

» Espaço Itaú Brasília
Sala 8: 19h40 – 21h40

CURITIBA

» Espaço Itaú Curitiba
Sala 5: 15h30 – 19h40

» Cinépolis Pátio Batel
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

FLORIANÓPOLIS

» Cinespaço Florianópolis
Sala 3: 16h30 – 21h20

» Cinépolis Continente Shopping
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

FORTALEZA

» Cineteatro São Luiz
Dias e horários:
Sexta-feira, 8 de julho, às 18h30
Quarta-feira, 13 de julho, às 18h30

» Cinépolis Rio Mar
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

JOÃO PESSOA

» Cinespaço João Pessoa
Sala 2: 16h20 – 21h20

» Cinépolis Manaíra Shopping
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

JUNDIAÍ

» Cinépolis Jundiaí
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

MACEIÓ

» Cine Arte Pajuçara
Horário: 20h25

MANAUS

» Cinépolis Ponta Negra
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

NATAL

» Cinépolis Natal Shopping
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

PORTO ALEGRE

» Espaço Itaú Porto Alegre
Sala 3: 21h30
Sala 5: 17h40

» Cinemateca Paulo Amorim
Sala Paulo Amorim: 19h30

RIO DE JANEIRO

» Cine Odeon – Centro Cultural Luiz Severiano Ribeiro
Horário: 18h10

» Espaço Itaú Botafogo
Sala 2: 15h00 – 22h00 – 00h00*
*sessão extra apenas no sábado, 9 de julho, meia noite

» Estação NET Rio
Sala 2: 14h50 – 21h40
Sala 3: 17h40

» Estação NET BarraPoint
Sala 1: 21h10

» Cine Santa
Horário: 15h00 – 21h00

SALVADOR

» Espaço Itaú Glauber Rocha
Sala 4: 15h50 – 20h30

» Saladearte Cinema do Museu
Horário: 21h00

» Cinépolis Horto Bela Vista
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

SANTOS

» Cinespaço Santos
Sala 3: 18h30 – 20h50

SÃO LUIS

» Cinépolis São Luis
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

SÃO PAULO

» Caixa Belas Artes
Sala 2: 14h00 – 20h30 – 22h40*
*sessão extra apenas no sábado, 9 de julho, 22h40

» Espaço Itaú Augusta
Sala 2: 14h40 – 17h00 – 19h20 – 21h40

» Espaço Itaú Frei Caneca
Sala 8: 14h30 – 16h50 – 19h00 – 21h10

» Kinoplex Vila Olímpia
Sábado, dia 9 de julho, às 23h00

» Cinépolis JK Iguatemi
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

» Cinépolis Iguatemi Alphaville
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

SOROCABA

» Cinépolis Iguatemi Esplanada
Terça-feira, dia 12 de julho, às 21h30

VITÓRIA

» Cine Jardins
Horário: 14h50 – 21h10

DIA 14 DE JULHO, LANÇAMENTO NOS SEGUINTES CINEMAS:

NITERÓI (Cine Arte UFF)

FORTALEZA (Cinema do Dragão)

VITÓRIA (Cinesesc Glória)

SÃO LUIS (Cine Lume)

EM AGOSTO

BELEM (Cine Estação das Docas)

RECIFE (Cinema do Museu – Fundação Joaquim Nabuco)

 

 


Comments

  1. Sara Martinez Says: julho 8, 2016 at 12:12 pm

    Fiquei com ainda mais vontade de assistir, Monise 🙂

Comments are closed.

Estatísticas