a vida quer

180px-jane_austen_coloured_version.jpgJá que falei em literatura inglesa, a Lunna escreveu sobre Jane Austen e como me citou – eu sou a amiga que está lendo Persuasion no original – eu deixo o link, porque ela faz um delicioso compêndio sobre a influência de Austen no cinema. Eu comprei o livro, mas é possível ler on line aqui. E você pode ler todos os romances de Jane Austen neste site.

Eu não sonhei com Darcy, na verdade não tinha ouvido falar desta escritora antes da faculdade. Mas os filmes Orgulho e Preconceito e Razão e Sensibilidade me deixaram encantada com o mundo dela. E há pouco tempo vi o filme A Casa do Lago, no qual a personagem cita o livro. Bastou para que eu tirasse da estante o livro que comprei num impulso na Fnac por míseros 5 reais e não tinha lido. Ah!, vejam como o cinema é: na mesma ocasião eu tinha comprado Mrs. Dalloway, de Virginia Wolf por causa do filme As Horas.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas