entretenimento

jabuti convite 2.bmp

Há anos acompanho esta premiação com um carinho imenso e em 2009 tive a honra de ser uma das convidadas para o evento na Sala São Paulo. O nosso “Pulitzer“, o Jabuti é concedido pela Câmara Brasileira do Livro e é o mais importante prêmio literário do país, e distribui R$ 30 mil para os ganhadores das categorias de melhor ficção e não ficção. Mas, quem já concorreu a prêmios tem noção de que o valor material é o que menos importa.

Concorrer nas diversas categorias – e neste ano o Jabuti bateu recorde de inscrições com 2.573 obras, 20% a mais que em 2008 – e ser finalista na categoria de melhor ficção como um dos três primeiros colocados na classificação em Romance, Contos e Crônicas, Poesia, Infantil e Juvenil é um imenso prêmio.

premio jabuti casacheia

Quase 1300 pessoas assistem à premiação

Ontem o escritor gaúcho Moacyr Scliar foi o premiado em duas das categorias principais (é o terceiro Jabuti ganho por ele, que em 1993 fora premiado na categoria romance com “Sonhos Tropicais” e em 1998 na categoria contos com “O Olho Enigmático”). Astro (lembram-se que antigamente homem tinha que ser astro, não podia ser “estrela”?) da noite, sua obra Manual da Paixão Solitária foi escolhido o melhor livro de ficção e melhor romance. Muitos tuites hoje pela manhã se identificavam com as confidências de Scliar. Após agradecer aos pais que o incentivaram a ler, estimulado pela reportagem da Folha ele falou algumas palavras para os internautas que pensam em seguir carreira literária:

jabuti scliar.bmp

“Quero te falar com toda sinceridade: eu não esperava. Foi realmente assim uma surpresa muito grande. Acho que isso representa uma culminância na minha carreira literária. Eu escrevo há várias décadas, sempre tentando melhorar o que eu faço. Eu acho que esse prêmio é o reconhecimento de que esse esforço valeu a pena. (Scliar iniciou sua vida profissional como médico)
Eles [os internautas] podem confiar em quem passou por muitos momentos difíceis, que muitas vezes se sentiu desencorajado: escrever é um sonho e a gente tem que ir atrás do sonho.”

A 51ª edição do prêmio anunciou também o melhor livro de não ficção, que ficou com Monteiro Lobato: Livro a Livro, de Marisa Lajolo e João Luís Ceccantini. E ontem foram entregues também os prêmios aos escolhidos nas outras 21 categorias, anunciados em setembro.

Veja abaixo a lista dos premiados:

Romance
1º lugar -“Manual da Paixão Solitária”, Moacyr Scliar (Companhia das Letras)
2º lugar -“Orfãos do Eldorado”, Milton Hatoum (Companhia das Letras)
3º lugar -“Cordilheira”, Daniel Galera (Companhia das Letras)

Contos e Crônicas
1º lugar -“Canalha! – crônicas”, Fabricio Carpinejar (Editora Bertrand Brasil)
2º lugar -“Ostra feliz não faz pérola”, Rubem Alves (Editora Planeta do Brasil)
3º lugar -“Os comes e bebes nos velórios das gerais e outras histórias”, Déa Rodrigues da Cunha Rocha (Auana Editora)

Poesia
1º lugar -“Dois em um”, Alice Ruiz S. (Editora Iluminuras)
2º lugar -“Antigos e soltos: poemas e prosas da pasta rosa”, Instituto Moreira Salles (Instituto Moreira Salles)
3º lugar -“Cinemateca”, Eucanaã Ferraz (Companhia das Letras)
3ºlugar – “Outros barulhos”, Reynaldo Bessa (edição do autor)

Infantil
1º lugar – “A Invenção do Mundo Pelo Deus-Curumim”, Braulio Tavares (Editora 34)
2º lugar -“No Risco do Caracol”, Maria Valéria Rezende e Marlette Menezes (Autêntica Editora)
3º lugar – “Era Outra Vez um Gato Xadrez”, Leticia Wierzchowski (Editora Record)

Juvenil
1º lugar -“O fazedor de velhos”, Rodrigo Lacerda (Cosac Naify)
2º lugar -“Cidade dos deitados”, Heloisa Prieto (Cosac Naify)
3º lugar -“A distância das coisas”, Flávio Carneiro (Edições SM)

Biografia
1º lugar – “O Sol do Brasil”, Lilia Moritz Companhia das Letras (Companhia das Letras)
2º lugar -“José Olympio, o Editor e sua Casa”, José Mario Pereira (GMT Editores)
3º lugar -“O Santo Sujo: a Vida de Jayme Ovalle”, Humberto Werneck (Cosac Naify)

Reportagem
1º lugar -“O Livro Amarelo do Terminal”, Vanessa Bárbara (Cosac Naify)
2º lugar -“O Sequestro dos Uruguaios – uma Reportagem dos Tempos da Ditadura”, Luiz Cláudio Cunha (L&P Editores)
3º lugar -“1968 – o que Fizemos de Nós”, Zuenir Ventura (Editora Planeta do Brasil)

Teoria/Crítica literária
1º lugar -“Monteiro Lobato: Livro a Livro”, Marisa Lajolo e João Luís Ceccantini (Editora Unesp / Imprensa Oficial)
2º lugar -“Pensamento e ‘Lirismo Puro’ na Poesia de Cecília Meireles”, Leila V. B. Gouvêa (Editora Universidade de São Paulo)
3º lugar -“Literatura da Urgência Lima Barreto no Domínio da Loucura”, Luciana Hidalgo (Annablume Editora)

Arquitetura e Urbanismo, Fotografia, Comunicação e Artes
1º lugar – “Coleção Princesa Isabel – Fotografia do Século XIX”, Bia e Pedro Corrêa Lago (Capivara Editora)
2º lugar – “Árvores Notáveis – 200 Anos do Jardim Botânico do Rio de Janeiro” (livro e guia de bolsa), Andréa Jakobsson Estúdio Editorial (Andréa Jakobsson Estúdio Editorial)
3º lugar – “Tarsila do Amaral”, Lygia Eluf (Imprensa Oficial do Estado)

Projeto Gráfico
1º lugar -“Fazendas Mineiras”, Marcelo Drummond & Marconi Drummond (Cemig)
2º lugar -“A História do Brazil de Frei Vicente de Salvador”, Maria Lêda Oliveira (Versal Editores)
3º lugar -“Isay Weinfeld”, Roberto Cipolla (Bei Editora)

Ilustração de Livro Infantil ou Juvenil
1º lugar -“O Matador”, Odilon Moraes (Editora Leitura) – BH
2º lugar -“De Passagem”, Marcelo Cipis (Companhia das Letras)
3º lugar – “Alfabeto de Histórias”, Gilles Eduar (Editora Ática)

Ciências Exatas, Tecnologia e Informática
1º lugar – “Introdução à Quimica da Atmosfera – Ciência, Vida e Sobrevivência”, Ervim Lenzi e Luzia Otilia Bortotti Favero (LTC – Livros Técnicos e Científicos Editora)
2º lugar – “Fundamentos de Metrologia Científica e Industrial”, Armando Albertazzi G. Jr. e André R. de Souza (Editora Manole)
3º lugar – “Mapa do Jogo”, Lucia Santaella e Mirna Feitoza (Cengage Learning Edições)

Educação, Psicologia e Psicanálise
1º lugar -“A Voz e o Tempo”, Roberto Gambini (Ateliê Editorial)
2º lugar -“Religiosidade e Psicoterapia”, Claudia Bruscagin, Adriana Sávio, Fátima Fontes e Denise Mendes Gomes (Editora Roca)
3º lugar – “Educação à distância: o Estado da Arte”, Fredric Michael Litto (Pearson Education do Brasil)

Didático e Paradidático
1º lugar – “História e Cultura Africana e Afro-Brasileira”, Nei Lopes (Barsa Planeta Internacional)
2º lugar – “Meu primeiro álbum de piano solo”, Dulce Auriemo (D.A. Produções Artísticas)
2º lugar – “Coleção cidade educadora – Diário de bordo do aluno 1 – Volume Amarelo”, Áureo Gomes Monteiro Júnior, Célia Cris Silva e Júlia Scandiuci Figueiredo (Aymará Edições e Tecnologia)
3º lugar – “Literatura Infantil Brasileira: um Guia para Professores e Promotores de Leitura”, Vera Maria Tietzmann Silva (Cânone Editorial)

Economia, Administração e Negócios
1º lugar – “Valores Humanos & Gestão. Novas Perspectivas”, Maria Luisa Mendes Teixeira (organizadora) (Editora Senac São Paulo)
2º lugar -“Estratégia e Competitividade Empresarial – Inovação e Criação de Valor”, Luiz Carlos Di Serio e Marcos Augusto de Vasconcelos (Saraiva)
3º lugar – “Meio Ambiente e Crescimento Econômico: Tensões Estruturais”, Gilberto Dupas (Editora Unesp)

Direito
1º lugar – “Introdução ao Pensamento Jurídico e à Teoria Geral do Direito Privado”, Rosa Maria de Andrade Nery (Editora Revista dos Tribunais)
2º lugar -“Execução”, José Miguel Garcia Medina (Editora Revista dos Tribunais)
3º lugar -“Código de Processo Civil – Comentado Artigo por Artigo”, Daniel Mitidiero e Luiz Guilherme Marinoni (Editora Revista dos Tribunais)
3ºlugar – “Atual Panorama da Constituição Federal”, Carlos Marcelo Gouveia (Saraiva)

Capa
1º lugar – “Moby Dick”, Luciana Facchini (Cosac Naify)
2º lugar -“Jovem Stálin”, João Baptista da Costa Aguiar (Companhia das Letras)
3º lugar -“Introdução à filosofia”, Rex Design (Editora WMF Martins Fontes)

Ciências Humanas
1º lugar – “História do Brasil – Uma Interpretação”, Adriana Lopez e Carlos Guilherme Mota (Editora Senac São Paulo)
2º lugar – “Veneno Remédio”, José Miguel Wisnik (Companhia das Letras)
3º lugar – “A Aparição do Demônio na Fábrica”, José de Souza Martins (Editora 34)

Ciências Naturais e Ciências da Saúde
1º lugar – “Fundamentos de Dermatologia”, Marcia Ramos-e-Silva e Maria Cristina Ribeiro de Castro (Editora Atheneu)
2º lugar -“Oftalmogeriatria”, Marcela Cypel e Rubens Belfort Jr. (Editora Roca)
3º lugar – “Guia de Propágulos & Plântulas da Amazônia”, José Luís Campana Camargo et al (Inpa)

Tradução de Obra Literária Francês-Português
1º lugar -“O Conde de Monte Cristo”, André Telles e Rodrigo Lacerda (Jorge Zahar Editor)
2º lugar – “Topografia Ideal para uma Agressão Caracterizada”, Flávia Nascimento (Editora Estação Liberdade)
3º lugar – “A Elegância do Ouriço”, Rosa Freire D’aguiar (Companhia das Letras)

Tradução
1º lugar -“A Morte de Empédocles / Friedrich Hölderlin”, Marise Moassaba Curioni (Iluminuras).
2º lugar -“Satíricon”, Cláudio Aquati (Cosac Naify).
3º lugar -“Os Irmãos Karamázov – 2 Volumes”, Paulo Bezerra

Você pode gostar também de ler:
E se você tivesse a oportunidade de fazer tudo diferente? A vida em sua essência
Qual o tamanho do mundo que você quer para seu filho? Esta é uma pergunta
Em feriados ou a gente viaja ou decide que vai resolver aquele cômodo da casa
Nesta semana, a cidade do Rio de Janeiro tem sido palco para os diversos debates
Quantas vezes você ouviu alguém dizer: se tiver um limão, faça uma limonada. Referindo-se à
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas