Inimigos públicos

Será que os filmes de gangsters vão voltar com toda força ou eles nunca saíram de moda?

O lançamento de Public Enemies (Inimigos Públicos), com a francesa oscarizada (por Piaf) Marion Cottilard e o quase-anti-galã Johnny Deep (aliás, casado com a francesa Vanessa Paradis) me fez relembrar alguns filmes bons que andei vendo com este tema. O filme, que está em cartaz nos cinemas, foi baseado no livro “Public Enemies: America’s Greatest Crime Wave and the Birth of the FBI“, de Brian Burrough, conta a história real de um dos mais procurados bandidos dos EUA – e um dos responsáveis pela necessidade de criar o FBI.

Quem não lembra de Bonnie and Clyde, com Warren Beatty (muito novo!) e Faye Dunaway – será que todos da minha geração tem antipatia dela por conta de O Campeão? E os bandidos de faroeste? Meu pai adora filmes do gênero e acho que vi boa parte dos clássicos com ele – nem vou citar os que vi com John Wayne, mas que tal Butch Cassidy and the Sundance Kid com Robert Redford e Paul Newman? E o clássico dos anos 1990 Young Guns II – Blaze of Glory… ainda páro para ver quando ele é reprisado na TV a cabo! E descubro cada ator que não imaginava que estava lá (como Emilio Estevez, Stand By Me, Kiefer Sutherland, Lou Diamond Phillips, Christian Slater, William Petersen, Viggo Mortensen). 🙂

Recentemente vi dois filmes ótimos de bandidos com Denzel Washington que tinham este mote: American Gangster e Man on Fire (no qual ele é tão duro e cruel como Creasy quanto é como Frank Lucas, mas ficamos com muito menos raiva dele). E vale lembrar as atuações dele como figura contraditória em The Manchurian Candidate e Training Day – neste fiquei com raiva tanto do Alonzo quanto do Jake vivido por Ethan Hawke. Aliás, este menino, de bom moço do Before Sunrise cruzou a linha em definitivo em Taking Lives – que é um bom filme (mas de suspense) com bandidos também.

E se neste final de semana de frio em quase todo Brasil meu post lhe animar a ir na locadora ver um destes filmes, minha sugestão é homenagear Johnny Deep e pegar também um dos Pirates of the Caribbean – afinal estes podem ser vistos em família. 😉

E depois me ajude nesta reflexão: como em vários outros filmes de bandidos, eles roubam e matam, mas continuamos gostando deles. Por quê?

P.S. Se você quer um filme de assalto a banco no qual os papéis são trocados e a história não é óbvia, indico Inside Man (O Plano Perfeito) com Clive Owen, Jodi Foster e, novamente, Denzel.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook