cidadania / entretenimento / social good

Livros que estou libertando hoje no BookCrossing Blogueiro

Estou apoiando a divulgação no Twitter e Facebook há dias e já separei as obras que vou libertar nesta data, que marca a 3ª edição do BookCrossing Blogueiro. A ideia, que surgiu da querida amiga virtual Luma Rosa (do blog Luz de Luma), repetindo por aqui, na nossa comunidade geek, ligada tanto em cultura quanto em ativismo social, uma prática simpática: “libertar” livros para incentivar o hábito da leitura.

“Para participar, basta trocar com alguém que conheça (ou não) um livro por outro ou “esquecer” o livro por aí, em locais movimentados, como praças, ônibus, metrô, supermercados (locais onde o livro possa ser resgatado facilmente por quem passa). Coloque um bilhete ou uma dedicatória, no próprio livro, para que a pessoa agraciada fique sabendo o porquê do movimento e se sinta incentivada a levá-lo, transformando-se assim numa leitora, mesmo que, a princípio, não o seja. É uma forma de compartilhar cultura com quem não tem condições financeiras de comprar um livro ou mesmo para incentivar quem acha que não tem tempo.
Quem quiser divulgar o ato, com fotos e textos de incentivo, pode fazê-lo em seu próprio blog ou nas redes sociais. Podemos ainda, como sugeriu a Luma, trocar resenhas e impressões sobre os livros que libertamos.”

Confesso que nem saberia escolher a ação que considero mais importante, mas certamente a que rende mais frutos, creio, é conversar sobre leitura e incentivar, com um sorriso no rosto e um olhar amigo, que outra pessoa descubra a alegria e o prazer que você está sentindo na sua leitura atual ou naquele livro que marcou sua vida. Portanto, seja trocando, “esquecendo” ou comentando um livro, não deixe esta oportunidade passar em branco.

E, se você for do tipo desapegado (como eu), dê uma olhadinha naqueles livros que estão há tempos sem manuseio e utilidade na sua estante e liberte-os.


P.S. A querida Cris Guimarães (do Eu, eu mesma e a outra) fez post e ainda divulgou a ação no blog Pequenos Leitores. Veja como seu filho pode participar, ou como você pode fazer uma criança feliz com um livro hoje. Afinal, “é de pequenino que se torce o pepino” – e se consolida o amor pelos livros.

 

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas