bem estar / destaque


Você passa o dia pensando na hora de voltar a dormir?

Sentir aquele cansaço depois do almoço ou ter dificuldade para levantar pela manhã é comum no seu cotidiano?

As pessoas dizem que é culpa das múltiplas telas? Já mandaram você trocar o colchão? 
Pode ser culpa da rotina sim, mas quando a indisposição e o cansaço são companhias de todo dia, pode ser sinal de algumas questões de saúde.

Já falamos aqui, num dos posts mais populares do blog, sobre as alterações de tireoide que podem ser motivadoras dessas alterações

Mas a questão pode ser bem mais simples.

“Falta de vitaminas e minerais de manutenção do corpo, queda na produção de hormônios, atuação contra o estresse oxidativo (produção aumentada de radicais livres) e deficiência na produção dos anticorpos são alguns problemas que podem se manifestar em longo prazo.”

Quem explica é a nutricionista Silvia Ribeiro Messalem, do do Complexo Hospitalar Edmundo Vasconcelos.

Eu gostei especialmente da abordagem dela porque ressalta a boa alimentação como solução para os problemas. 


Sempre digo: 

É na horta – e não na farmácia – que encontramos saúde.

Para recarregar as energias e manter a saúde em dia, a especialista indica o consumo de alimentos fontes de vitaminas do complexo B, como: castanhas, aveia, arroz integral, fígado, leite e carne. O magnésio também é um excelente aliado no combate ao cansaço. 

“Assim como o complexo B, o magnésio auxilia na regulação e produção de energia, além de manter a saúde do sistema nervoso e do intestino em dia. Entre os alimentos ricos no mineral estão sementes de abóbora e girassol, caju, espinafre, beterraba, iogurte, abacate, ameixa, banana e cereais em grãos.”

Silvia reforça que, para o bom funcionamento do corpo, é preciso consumir alimentos de todas as fontes alimentares e manter uma hidratação adequada.

“O mais importante de manter a alimentação balanceada é garantir uma vida saudável, com mais disposição e minimizando o risco de doenças infecciosas.”

Se o assunto interessou, não deixe de ler talvez os textos sobre grãos (feijão!) e arroz integral escritos por nossa vinculatória científica, Christina Santos.


Semana passada falamos sobre a importância de deixar os grãos de molho antes do cozimento.

E hoje sobre o arroz integral, bom pra saúde, e formas de cozimento para facilitar o consumo.


Estatísticas