Imin 100

wscontekokeshi.pngComo comentei outro dia, criei meu perfil no site Abril no Centenário da Imigração, a convite do amigo Silvio Sano. De início, simplesmente postei uns recortes de textos antigos daqui e do blog Movimento Dekassegui e umas fotos que tinha no hd. Mas o perfil aqui tem sido uma surpresa para mim… primeiro pessoal, pois incorporei este espaço como um dos meus blogs. Acontece algo e penso: vou postar lá no Abril no Centenário. Segundo no sentido da exposição, estar visível para pessoas diferentes. O público não é exatamente o dos blogs, nem das revistas, é mesclado, uma diversidade que me instiga.

Nesta manhã tive duas surpresas agradáveis: sugestões de posts (provocações) do Silvio Sano (e o e-mail de um brasileiro que reside na Holanda e tem um colega de trabalho, japonês mesmo, com sobrenome Shiraishi. Interessante é o trabalho deles: num banco holandês, trabalham com créditos de carbono.
Detalhe, como disse meu esposo quando comentei com ele a coincidência, ele tem o “miioji” (sobrenome) do meu Ditian e “furosato” (terra natal) da minha Batian. Mandei um e-mail para ele em inglês e aguardo o retorno. No centenário da imigração japonesa, várias voltas ao mundo.

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.