cidadania / destaque / sustentabilidade

erros na iluminação publica

O que você faz quando quer denunciar que alguma coisa está errada na estrutura da cidade onde mora? Eu tiro foto e uso as redes sociais. Meu marido tira foto e liga para as companhias que prestam serviços públicos.

E o legal é que me respondem (embora nem sempre os problemas se resolvam):

Hoje descobri um jeito novo de avisar que algo do “nosso patrimônio público” está com problemas.

É o app TakeVista que registra as irregularidades por meio de fotos ou vídeos enviados por munícipes que utilizarem a hashtag ‪#‎IluminacaoPublica‬.

take vista aplicativo para denunciar falhas na iluminação pública

Detalhe importante: ao serem registrados, os eventos [fotos, vídeos, áudios] armazenam automaticamente as coordenadas geográficas de onde foram gerados.

Sabe aquela luz que queimou na rua ou que ficou acesa durante o dia? E aquele local que ficaria bem melhor, ou menos ameaçador, se iluminado? Agora você pode informar essas e outras demandas relacionadas à iluminação pública diretamente ao Ilume [Departamento de Iluminação Pública] via celular.

Gostou? O app é gratuito e está disponível nas plataformas App Store, Google Play e Windows Phone. Veja lá takevista.

E quando falta iluminação pública, como reagir?

No portal da prefeitura de São Paulo tem orientação sobre o tema. Eles admitem que a rede de iluminação pública de São Paulo necessita crescer de acordo com a expansão viária do município, mas reiteram que existem regras e etapas a serem cumpridas para que um novo ponto seja instalado.

Veja como proceder:

  • Todo o processo tem início na Subprefeitura onde o cidadão que identificar a falta de iluminação em uma via ou praça deve solicitar, na praça de atendimento da unidade mais próxima, a instalação do novo ponto.
  • É importante não confundir com a necessidade de manutenção, pois é comum o uso do termo “falta de luz” nos dois casos. Ampliação é quando nunca houve uma luminária instalada no local desejado.
  • Na Subprefeitura será preenchido o formulário “SAIP – Solicitação de Ampliação de Iluminação Pública”, com os dados do solicitante e do local, devendo o munícipe, para agilizar a análise e tramitação do pedido, fornecer a maior quantidade de dados sobre a localização, com referências e características da via para elaboração de croqui (planta).
  • Inicialmente técnicos da Subprefeitura avaliam a necessidade e verificam se não há impedimentos legais ou ambientais, considerando que não podem ser iluminadas áreas invadidas, ocupações irregulares, não urbanizadas ou em área de preservação de mananciais.
  • Se a solicitação for viável o SAIP é então encaminhado ao ILUME.
  • O Departamento de Iluminação Pública programa uma vistoria técnica para verificar as instalações existentes na proximidade, extensão, largura e condições da via, para então definir as luminárias, acessórios e locais adequados para a implantação dos novos pontos.
  • Finalmente é programada a execução das obras junto às empresas contratadas para estes serviços.

Todos os critérios e equipamentos utilizados são padronizados pelo ILUME, segundo normas técnicas e requisitos de qualidade, sendo sempre utilizados equipamentos novos, adequados às características do local e já utilizando lâmpadas de sódio, mais eficientes e com maior durabilidade.

ilumvelha

Especialistas afirmam que as lâmpadas de vapor de sódio causam menos poluição luminosa que outras tecnologias utilizadas para iluminação pública, cidades próximas de observatórios astronômicos e localidades onde se pretende manter a visibilidade do céu noturno, ou onde é necessário reduzir a iluminação para proteger a biodiversidade. 

A “poluição luminosa” é o excesso de luz que prejudica ecossistemas e interfere, até mesmo, na observação astronômica. 

Interessante né? 

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas