Igual a você – e contra o preconceito!

Acompanhei ao vivo na TV, via GloboNews, o lançamento da campanha da ONU no Palácio Itamaraty. “Igual a Você” defenderá a igualdade de direitos e chamará a atenção da sociedade brasileira sobre a questão da discriminação que homens, mulheres e crianças sofrem diariamente no Brasil.

Segundo contava o R7, durante a cerimônia as agências da ONU fizeram um panorama da realidade de cada segmento da população (estudantes, gays, lésbicas, pessoas vivendo com HIV, população negra, profissionais do sexo, refugiados, transexuais e travestis e usuários de drogas). Serão apresentados 10 filmes de 30 segundos que integram a campanha. (Vou achar no youtube e fazer update aqui!).

Foram representados no evento Unaids (Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/Aids), ACNUR (Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados), Unifem Brasil e Cone Sul (Fundo de Desenvolvimento das Nações Unidas para a Mulher), Unesco no Brasil (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) e UNODC (Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime), com apoio do UNIC Rio (Centro de Informação das Nações Unidas no Brasil).

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook