Hoje quem manda é o filho! #100coisas

MAC Niteroi - fotos de Sam Shiraishi - todos os direitos reservados

Às quartas nós publicamos aqui impressões dos desafios relacionados ao projeto 100 coisas para fazer antes que seus filhos cresçam e no geral sou eu quem escreve, apesar de vivermos as “aventuras” juntos. Desta vez, como o desafio era deixar que o filho “comandasse” um passeio, o Gui propôs que a gente deixasse também que nosso caçula, normalmente o que “acompanha” as ideias dos outros, assumir inclusive o relato de um dia juntos no qual ele foi o “chefe”.

Posto o texto abaixo, ainda me divertindo com as palavras dele e notando como tem coisas que podemos aprender ao deixar as crianças tomarem a frente nas decisões! Reparem no final, como ele faz um prognóstico do futuro baseado no que vê hoje os avós vivendo!

:p

“Quando a gente sai sempre é o pai e a mãe que decidem o que fazer. Mas no final das minhas férias eu que escolhi e decidi tudo de um passeio. Meu primo Caio mora em Niteroi e sempre que eu ia para casa dele queria ver um museu que fica na praia e parece um disco voador. Eu queria ver se lá no topo dele tinha aliens!

Convidei toda família para ir comigo lá e fui contando a história, porque eu aprendi na escola que Oscar Niemeyer, além disso ele fez a cidade de Brasília. Na parte debaixo tem um “espelho da água” que parecia até o mar, fazia até ondas do vento. Fiquei segurando meu primo para ele não mexer lá porque ele estava quase pulando e neste dia eu era o chefe da turma e tinha que ser o responsável.

MAC Niteroi - fotos de Sam Shiraishi - todos os direitos reservados

Depois vimos umas pedras no mar e vendo com a câmera (eu pedi para tirar umas fotos) parecia um leão em cima do outro, é incrível o que a natureza faz. Tinha uma rampa que sobe para o museu e achei muito legal, meu primo quase rolou. Chegando lá achei meio sem graça, eu pensei que lá dentro do museu tinha mais coisas e só tinha quadros, música (de teclado, que nem eu toco). No andar de cima tinha umas maquetes e dava para ver mais do mar porque o prédio era redondo e todo de vidro.

MAC Niteroi - fotos de Sam Shiraishi - todos os direitos reservados

Meus pais se comportaram bem, eu daria uns 8,2 para eles porque não pararam de tirar foto de tudo e mal se concentravam no passeio. Depois eles reclamam que eu falo que não aproveitam a vida!

O que mais me chamou atenção foi a música que era divertida e tinha projeções de luz na parede que eram muito da hora e misturavam com os quadros. Meus pais preferiram os quadros, mas cada um tem um jeito né?

MAC Niteroi - fotos de Sam Shiraishi - todos os direitos reservados

Acho que sempre deveria acontecer esta troca e eu decidir o que fazer, pelo menos por uns 9 anos que foi o tempo que eu já vivi e obedeci os dois. Mas tudo bem, quando eles forem velhinhos que nem a Bisa eles vão ter que me obedecer!”

A visita foi ao MAC, Museu de Arte Contemporânea em Niterói, RJ, onde minha irmã mora. Meu sobrinho Caio, de 4 anos, e um companheirinho incrível para todas as coisas que o Giorgio inventa e está treinando para ser o irmão mais velho, agora que o irmãozinho Vicente está chegando à família. Se ele aprender com o primo creio que vai ser um bom cuidador, né?

E aí, as crianças também gostariam de assumir as decisões por um dia ou sempre tomam parte das questões de igual para igual? Contem para nós! Esta diversidade de modelos é que tem feito o #100coisas muito divertido!

Royal e AVidaQuer 100 coisas para fazer com seus filhos antes que eles cresçam

Post da série na qual, por 20 semanas, brincaremos fazendo atividades propostas com o mote “100 coisas para fazer com seu filho antes que ele cresça“.
Acompanhe a série no @avidaquer @blogcoisademae @dica_de_mae @pontecialtweet @RoLippi e @cozinhapequena e na fanpage da Gelatina Royal que nos convidou para brincar!

Você pode gostar também de ler:
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook