destaque / girl up!

Aqui no Brasil a moça da foto passaria por japonesa. Coreana, quem sabe?

Mas no Japão, onde nasceu, cresceu e acaba de se tornar Miss, Priyanka Yoshikawa é “haafu” ou “hafu”. A palavra japonesa é uma corruptela de half (metade em inglês) ou seja, pessoa com mistura de raças. 

E sua vitória bom concurso de beleza é significativa num país “junsui” (puro) onde apenas 2% são mestiços! 

Filha de pai indiano e de mãe japonesa, a nova Miss Japão,  de 22 anos, vai representar seu país pelo título de Miss Universo 2016 em dezembro, nos Estados Unidos. 

Ela não é a primeira. Há um ano, Ariana Miyamoto, filha de uma japonesa e um norte-americano afrodescendente, causou furor e polêmica no Japão por ser a primeira “haafu” a conquistar o título nacional de beleza e representar o país nessa competição internacional.

Nascida em Tóquio, Priyanka afirma que não receia passar pelo “ijime” (bullying) da colega.  

Em entrevista à agência de noticias Kyodo, disse que está focada na competição sem a preocupação de sofrer preconceitos raciais, mas prometeu continuar a luta contra a discriminação dos japoneses mestiços, em um país notório por ser fechado à diversidade e etnicamente bastante homogêneo.

Priyanka, que fala fluentemente japonês e inglês, tem 1,76 metro, é praticante de kick-boxing e tem sua licença de treinadora de elefantes! Haja diversidade!

A notícia da eleição de Priyanka à Miss Japão foi amplamente comentada nas redes sociais pelos japoneses, com muitos apoiando, enquanto alguns protestando por Priyanka não ser “junsui” (“pura” em japonês) e não se ajustar ao ideal de beleza nacional.

Muitos comentários também ocorreram na página do jornal ‘The Japan Times’ no Facebook. Coisaa que chamavam essa pretensa “raça pura” à realidade genética:
“Se todo mundo quer uma japonesa pura, quantas gerações levam para alguém ser puro? O Japão foi construído por imigrantes do resto da Ásia… Mesmo entre os japoneses, há pessoas que parecem um pouco com asiáticos de outras nacionalidades. Então, essas pessoas não são japonesas?”

Você pode gostar também de ler:
Madame, da California Filmes, se tornou um filme especial: é o primeiro que estamos combinando
Já ouviu falar do conceito “Design de energia”? https://www.youtube.com/watch?v=4q8ugvNZyrM   O programa Shizen Global Talent
Lembram-se que estou voltando a dirigir? http://www.maecomfilhos.blog.br/2017/08/mae-na-direcao.html   Pois é, e com isso voltou meu
"Há um tempo atrás eu parei de seguir alguns perfis no instagram porque percebi que
"Quem já passou por isso sabe o quanto custa para uma pessoa deprimida ser obrigada
The following two tabs change content below.
Quarentona assumida, me sinto uma representante legítima da minha geração e, por que não, um modelo para as mais jovens que desejam envelhecer sem deixar de lado os pequenos prazeres da vida, da comida, da diversão, dos cuidados com a saúde e a beleza, das relações pessoais que fazem tudo valer a pena. Um breve resumo: cristã, jornalista, netweaver na otagai.com.br, blogueira no @avidaquer @maecomfilhos @cosmethica.

Comentários no Facebook

SEO Powered by Platinum SEO from Techblissonline Estatísticas